27/07/2021 às 08h00min - Atualizada em 27/07/2021 às 08h00min

HQ Além do Papel

LUCIANO FERREIRA
Foto: Luciano/Divulgação
Concebido inicialmente como uma exposição presencial de quadrinhos, o site HQ Além do Papel (www.hqalemdopapel.com) traz uma proposta singular para a produção de Histórias em Quadrinhos, onde os artistas Fernando Duarte, Horsecat EX, Luciano Ferreira e Ricardo Ramos expõem quadrinhos que misturam a tradição gráfica dos quadrinhos, com suportes e processos narrativos que remetem à jogos, videoarte, realidade virtual e registros de produções em suportes real.

Mas se a pandemia fez com que a exposição se tornasse um site, o conceito se manteve, adaptando parte da produção quadrinística para o contexto digital, dialogando com a produção de Webcomics, memes, quadrinhos experimentais e novidades em termos de quadrinhos não-convencionais.

Ricardo Ramos, membro da banda Porcas Borboletas, já adianta a relação entre seus temas artísticos e a história “Nem eu’’ (baseada em uma de suas músicas de mesmo nome): ‘’Meus trabalhos, tanto as músicas/áudios/vídeos/imagens/letras, dizem a respeito do despercebido cotidiano, do registro da nossa rotina, analisada de um ponto de vista que valoriza o micro, o não visto, ou às vezes não notado, com tamanha percepção ao ponto desses detalhes se tornarem gigantes com uma aparição e importância ainda não revelada aos olhares ou aos ouvidos’’, diz ele.

Outro aspecto dos trabalhos expostos nesse site é a relação entre a sequencialidade e a simultaneidade. Ou seja, parte desses quadrinhos explora ou sugere que o leitor ‘monte’ sua própria sequência de quadrinhos, e isso pode ser visto na edição dos quadrinhos de Horsecat EX, onde os requadros podem ser manipulados pelo leitor e na HQ virtual, “História em Cubinhos’’, onde a sequencialidade é dada pela manipulação tridimensional do objeto onde os quadrinhos estão inseridos.          
 
O suporte digital permite diversos tipos de interações e efeitos que ampliam as possibilidades expressivas dos quadrinhos, mas que frequentemente esbarram em limitações técnicas de sites e páginas de redes sociais. Limitações essas que podem ser exploradas de forma criativa e integrada aos métodos narrativos e estéticos específicos dos quadrinhos.

Tendo como incentivador o Programa Municipal de Incentivo à Cultura, por meio da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, o HQ Além do Papel também abre espaço para artistas/quadrinistas que se interessem em publicar quadrinhos com propostas de suportes e narrativas não convencionais, podendo contribuir com Webcomics, fotos, vídeos, textos e qualquer forma de colaboração dentro do foco artístico apresentado nessa proposta, contatos pelo próprio site ou pelo Facebook, www.facebook.com/QuadrinhosAlemDoPapel, ou no @QuadrinhosAlemDoPapel.


Esta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.
Tags »
Relacionadas »
Comentários »