31/12/2019 às 08h02min - Atualizada em 31/12/2019 às 08h02min

Competência da programação do SBT faz diferença frente ao dinheiro da Record

FLÁVIO RICCO E JOSÉ CARLOS NERY
A Globo, porque tem uma linha de produção poderosa, pode se dar ao luxo de implantar a sua grade de programação como bem entende, deixando às concorrentes a responsabilidade de tentar se adequar a ela. E é importante verificar como o SBT, sempre com menores recursos, consegue se colocar em situação de igualdade com a Record. Em todos os fechamentos mensais de audiência, ao longo deste 2019 que se encerra, nunca existiu maior diferença entre a classificação de uma e de outra. Ao contrário, na grande maioria das vezes e nas praças mais importantes, foi sempre o SBT quem ocupou a vice-liderança. É por aí, graças ao trabalho de uma equipe liderada pelo diretor Murilo Fraga e como um reconhecimento obrigatório, que o SBT consegue fazer essa diferença. Aqui, sempre foi dito e repetido, que no meio TV, mexer com programação e saber manejar todos esses movimentos, é quase uma ciência. Não está dando outra.
 
TV Tudo

Fechando o ano
FOTO: TV CULTURA/DIVULGAÇÃO

O “Provocações”, na Cultura, encerra a sua temporada 2019 nesta terça-feira, recebendo a chef de cozinha e apresentadora Rita Lobo. No ar às 22h15, com apresentação de Marcelo Tas.
 
Não acaba
A direção da Record já definiu que o “Cante Comigo”, mesmo sem Gugu Liberato, não terá a sua produção descontinuada. A ideia é definir imediatamente um outro apresentador para nova temporada em 2020.
 
 A ideia
Não será surpresa, inclusive, se a Record optar por soluções caseiras, em se tratando do “Canta Comigo” e “Power Couple”. Sabrina Sato e Marcos Mion têm grandes chances de serem escolhidos.
 
Probleminha
Vindo a se confirmar a escolha de Marcos Mion para o “Canta Comigo”, o período de exibição do programa será modificado. A ideia é não deixar na seguidinha da “Fazenda”.
 
Teatro
O projeto Teatro no Municipal, no Theatro Municipal de São Paulo, será retomado em 2020 com a peça “Baixa Terapia” e apresentações nos dias 16 a 17 de janeiro. No elenco, Antonio Fagundes, Alexandra Martins, Mara Carvalho, Ilana Kaplan, Fábio Espósito e Guilherme Magon.
 
Situação de momento
O canal GNT, ao longo deste mês de janeiro, irá reprisar programas da primeira temporada do “Que História é Essa, Porchat?”. Aliás, no podcast do UOL, consultado pelo jornalista Chico Barney, Porchat informou que não tem nada conversado com a Globo sobre exibições do programa.
 
Alvo definido
Aliás, mesmo com a nova temporada do “Que História...” só se iniciando em abril, Porchat já tem trabalhado na escolha de alguns participantes. Lilia Cabral é uma das certezas e Paulo Gustavo um dos seus objetivos.
 
Ideia é essa
FOTO: CNN BRASIL/DIVULGAÇÃO

Daniela Lima, a partir dos primeiros dias de janeiro já se integrará à equipe da CNN Brasil. Lá, a partir do início das operações da emissora, ela irá apresentar um programa bem semelhante com o “Roda Viva”.
 
Mesmo patamar
A expectativa de uma queda mais acentuada na audiência de “Amor de Mãe” neste período de festas acabou não se confirmando. Os registros, próximos aos 30 pontos, são semelhantes aos das suas antecessoras, “O Sétimo Guardião” e “A Dona do Pedaço”, no mesmo período de exibição.
 
Bom sinal
“Amor sem Igual”, nova novela da Record não tem sofrido, pelo menos até aqui, qualquer interferência interna. Não deixar de ser, antes de mais nada, um sinal de respeito ao trabalho da autora Cristianne Fridmann.
 
Bate – Rebate
*A próxima temporada de “Sob Pressão” será gravada só no segundo semestre.
*Tatiana Vasconcellos, da CBN, também andou na mira da CNN Brasil. Por qualquer razão, a conversa não avançou.
* Agora no comecinho de janeiro, a Globo vai disparar os trabalhos da novela de Lícia Manzo. Assim como Manuela Dias, será o primeiro trabalho dela na faixa das 21h. E a exemplo da Manuela, ela também está com o seu texto bem adiantado.“Em Seu Lugar” já tem confirmadas as participações de Cauã Reymond, Andréia Horta, Alinne Moraes, Marieta Severo. E ainda Ana Beatriz Nogueira, Maria Flor, Mariana Lima e Natália Lage.
*Muitos estranharam o SBT não ter programado nada especial para este período de festas. Já faz alguns anos que isso não acontece.
 
C´est fini
Por enquanto, no SBT, o “Programa da Maisa” vai continuar aonde está. E sem chance de mudança para outro espaço na grade. Há o entendimento que não existe dia ou horário melhor para ela. Fim de 2019. Bom Novo Ano a todos. Mas amanhã tem mais. Tchau!


*Esta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.




 
 
Relacionadas »
Comentários »