22/10/2019 às 08h00min - Atualizada em 22/10/2019 às 08h00min

Após 23 anos, Glenda Kozlowski deixa a TV Globo

FLÁVIO RICCO | COLABORAÇÃO: JOSÉ CARLOS NERY

"Sim, é verdade, estou deixando o Grupo Globo" - com essas palavras, Glenda Kozlowski confirmou para esta coluna a sua saída do Grupo Globo. "Em comum acordo", explica a apresentadora. Funcionária na casa há 23 anos, entrou em 1996 para apresentar o programa "Esporte Espetacular". De lá, até agora, a ex-atleta e campeã de bodyboard já exerceu as mais diversas funções no departamento esportivo e, em um determinado momento, uma passagem no entretenimento, na apresentação de um reality show de aventura. Glenda também foi narradora em algumas ocasiões na TV Globo e SporTV. Realizou várias reportagens especiais para os programas esportivos da emissora, entre as quais, praticando surf em um rio no Amapá e pulando de bungee jump, ao vivo. Participou de sua primeira cobertura internacional pela casa na Olimpíada de Sidney. Em 2001, voltou à apresentação do "Esporte Espetacular", dessa vez ao lado do repórter Tino Marcos. Também no "EE", comandou ao vivo as transmissões das edições dos "X-Games", as olimpíadas dos esportes radicais, realizadas no Rio de Janeiro. Participou também da cobertura dos jogos pan-americanos de Santo Domingo, da Olimpíada de Atenas e dos jogos pan-americanos disputados na cidade do Rio de Janeiro. Em 2003, começou a apresentar o bloco local do Globo Esporte em São Paulo. A primeira experiência em coberturas de Copa do Mundo foi em 2006, na Alemanha, quando produziu reportagens para todos os telejornais da Globo. Glenda participou ainda das coberturas da Olimpíada de Pequim em 2008 e da Copa do Mundo da África do Sul, em 2010. No entretenimento, comandou o programa "Hipertensão" até 2011, a convite de Boninho. Ainda em 2011, Glenda esteve à frente do "Globo Mar". De 2009 a 2013, trabalhou na transmissão dos desfiles das escolas de samba do grupo especial do Rio de Janeiro ao lado de Cléber Machado e Luís Roberto. Depois de dois anos dividindo a apresentação do "Esporte Espetacular" com Ivan Moré, em julho de 2015 Glenda ganhou um novo parceiro: Alex Escobar. Já nos Jogos Olímpicos do Rio em 2016, Glenda foi escalada para fazer parte da equipe de locutores esportivos, sendo a primeira mulher a ocupar essa função na Globo. Em 2018, participou da cobertura da Copa do Mundo da Rússia e apresentou o programa "As Matrioskas", em seis episódios, com participação de Nadine, Vera e Ane, mães dos jogadores Neymar, Gabriel Jesus e Fernandinho, respectivamente. Em janeiro deste ano, havia assumido o "Tá na Área", no SporTV, e em setembro, foi muito elogiada pelo trabalho como apresentadora do "BR Day", tradicional festa organizada pela Globo em Nova York. Em contato com a coluna, Glenda agradeceu a publicação da nota. Mais que surpresa, revelou estar bastante emocionada com a repercussão e com o carinho das pessoas, tanto dos mais próximos, como da mídia e daqueles que a conheciam só pela televisão: "Estou muito feliz. Tem um mundo novo à minha espera. Um projeto com a IBM, Inteligência Artificial. É um mundo novo que eu quero conhecer. Estou bem ansiosa. Acho que vai revolucionar". E conclui dizendo que teve uma vida linda na Globo, mas agora "tenho a sensação de estar nascendo de novo, ao lado de grandes amigos".



TV Tudo

Rede TV!
Na sexta-feira, durante o dia inteiro, os responsáveis pelas várias produções da Rede TV! foram convocados pelo RH com ordens para reduzir ainda mais os seus gastos. A hora extra, por exemplo, agora está proibida. Mercado complicado. Em todas as outras nada é diferente.

Próxima bíblica - 1
As gravações de “Gênesis”, próxima bíblica da Record, terão início, agora em novembro, no Marrocos. Por enquanto, todos os detalhes relativos à sua produção continuam sendo tomados. Por exemplo: o experiente roteirista Camilo Pellegrini foi chamado a colaborar com o autor Emílio Boechat.

Próxima bíblica - 2

Foto: Dito Studio Faya/Divulgação


Pellegrini, a partir de agora, vai se juntar a André Rodrigues, Ecila Pedroso, Marcos Ferraz, Meuri Luiza, Raphaela Castro e Valéria Motta. “Gênesis” tem 15 capítulos escritos e sua estreia continua prevista para abril, com Carlo Porto confirmado como Adão, e Juliana Boller (foto), Eva.

Humor
Viviane Araújo vai se juntar ao time do novo humorístico de Leandro Hassum no Multishow, que já conta com Cacau Protásio e Paulinho Serra. No projeto, ambientado em uma clínica de repouso, Hassum viverá um cuidador adepto de terapias alternativas.

Caso Donny
Prosseguem as reuniões entre Donny De Nuccio e o SBT. Como já informado por aqui, após um período no jornalismo, o Donny agora se prepara para investir na área de entretenimento. O gênero em questão é um reality de temporada, não diário. Se tudo caminhar como se espera, a estreia se dará entre abril e maio.

Está sentado?
Então presta atenção: “Agora é Tarde”, quinta-feira, no ar um vídeo, mostrando um homem andando para trás. Dá três passos, vem um carro e arrebenta a coluna do lava-jato. Foi salvo pelo Anjo da Guarda. Aí entra o repórter: “não sabemos nem onde ou quando isso aconteceu”. Aí, em se tratando da prática do bom jornalismo, nem o Espírito Santo dá jeito.

Bate – Rebate

  • Em setores bem importantes da Record, também são fortes as críticas ao novo cenário do “Fala Brasil”. De fato, está difícil encontrar outra coisa tão de mau jeito.

  • No dia 29, em “A Dona do Pedaço”, vai ao ar a sequência em que Maria da Paz (Juliana Paes) descobre que Vivi (Paolla Oliveira) e Fabiana (Nathalia Dill) são suas sobrinhas. Tudo ainda em função dos acontecimentos do concurso de bolo.

C´est fini
Maior investimento do GNT para a programação 2020, o reality show de reformas de casas, “Extreme Makeover Brasil”, com apresentação de Otaviano Costa, entrou na etapa final de escolha das famílias e arquitetos. As gravações em São Paulo irão de novembro até março.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau.

*O conteúdo desta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.






 

Tags »
Relacionadas »
Comentários »