13/08/2018 às 11h06min - Atualizada em 13/08/2018 às 11h06min

​​Cozinha, um espaço para acalmar a mente

DENISE AFONSO E ÉRIKA MESQUITA
Cozinha, um espaço para acalmar a mente
São muitas as formas de meditar e cozinhar pode ser uma delas. Seja em silêncio, escutando uma música ou cantando mantras. Que tal tentar sempre que puder; cozinhar sem pressa? Fazer do preparo de suas refeições um momento de atenção plena, lembrando que sua energia será passada aos alimentos que comerá.

Cozinhar exercita a paciência. Afinal você tem que escolher o que fazer; comprar os ingredientes, lavar, descascar, cortar, temperar, acender o fogo e cuidar até que vire uma refeição. Durante o preparo, aproveite para arrumar os alimentos de forma tranquila e presente, notando sua respiração e estando consciente de cada passo da receita.

Cada alimento tem seu tempo de cozimento e isso é um excelente exercício para levar para nossa vida. Saber esperar o tempo de cada um.
Ter paciência é uma forma de conter emoções como ansiedade, ódio, medo. E o ato de não ceder a essas emoções, faz de você uma pessoa paciente.

A questão é que devemos aproveitar aquele tempo que temos que ficar na cozinha e nos envolvermos com uma atenção plena nos cheiros, formas, texturas, sabores e cores dos frutos da terra e outros alimentos e temperos escolhidos.
O contato com a água, o fogo e a observação dos alimentos se transformando, é um ato que pode nos remeter calma, paz interior e nos posicionar no aqui e agora.

Outra dica muito importante é você antes de iniciar o ritual de preparar uma refeição; respirar profundamente e sentir seu corpo, como estão seus pensamentos, suas emoções. Além disso, criar um ambiente agradável na sua cozinha como enfeitar com uma flor, ou fazer um lindo arranjo com suas ervas, colocar um objeto que te remeta uma boa lembrança na sua frente.

E para finalizar arrume a mesa que irá comer. Seja um convidado em sua própria refeição.
No fim das contas, comer é alimentar-se, mas também aprender quem se é.

Hoje escolhemos uma deliciosa receita retirada de um livro inspirador, escrito pelas queridas Lucyane Crosara e Ana Vitória para você se entregar de corpo e alma na sua cozinha!

Livro: Alimento, Movimento e Alma
Moqueca de banana, cogumelos e aspargos frescos

2 porções

INGREDIENTES
- Óleo de coco extra-virgem: 2 colheres de chá
- Cebola em cubinhos: 3 colheres de sopa
- Tempero de alho (receita página 50): 1 colher de chá
- Cúrcuma (açafrão): 1 colher de chá
- Gengibre ralado: 1/2 colher de sobremesa
- Alho-poró: 1/2 xícara de chá
- Banana-da-terra madura: 1 unidade
- Cogumelos (shimeji, shitake ou paris): 1 1/2  xícara de chá
- Aspargos frescos: 1/2 xícara de chá
- Leite de coco (receita página 82): 300ml
- Pimenta fresca: a gosto
- Coentro fresco: a gosto
- Sal: a gosto

PREPARO
- Em uma panela, coloque o óleo de coco e refogue a cebola e o alho; acrescente a cúrcuma e o gengibre e refogue rapidamente.
- Pique o alho-poró, os aspargos e os cogumelos em fatias finas; corte a banana em rodelas de 0,5 cm. Acrescente o alho-poró e a banana ao refogado e coloque o leite de coco; deixe cozinhar em fogo baixo por aproximadamente 3 minutos; em seguida, acrescente os cogumelos e deixe-os por mais 2 minutos. Por último, coloque os aspargos e tome cuidado ao misturar para que a banana não desmanche. Deixe por mais 2 minutos no fogo.
- Coloque a pimenta fresca, acerte o sal e finalize com o coentro.

Funcional:
Banana: rica em magnésio, triptofano (percursor de serotonina), vitaminas A, B3, ácido fólico e cálcio.
Cogumelos: boa fonte de proteína vegetal, selênio, zinco, magnésio, ferro e cálcio. Teor de sódio baixíssimo.
Aspargos: rico em potássio, vitamina A, ácido fólico. Efeito diurético.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »