06/04/2018 às 19h27min - Atualizada em 06/04/2018 às 19h27min

Uberlandense Neto deixa o futsal

ALBERTO GOMIDE | COLUNISTA
Foto: Divulgação

O fixo/ala Neto confirmou através de uma rede social sua aposentadoria das quadras. Campeão do Mundo com a Seleção Brasileira em 2012 – e eleito o melhor jogador daquela temporada – o agora ex-jogador irá se dedicar a um projeto como palestrante. Neto virou exemplo de superação para atletas e torcedores quando superou um câncer detectado no início de 2017. Ele precisou fazer uma cirurgia para retirada de um tumor no cérebro e depois ainda teve outro tumor descoberto, porém, no pulmão.

Com o fim do tratamento e a cura confirmada, Neto foi contratado pelo Magnus (SP) no meio da temporada, clube que defendeu até o fim de 2017 e conquistou a Liga Paulista de Futsal. "Tudo na vida existe um início, meio e fim. Meu início foi há 31 anos, com apenas 5 anos de idade, o meio foi exatamente quando recebia a notícia da minha convocação para a Seleção Brasileira e o fim, exatamente hoje, dia em que me despeço das quadras e anuncio minha aposentadoria do futsal profissional. Independentemente das dificuldades que surgiram no meio do caminho, foram anos maravilhosos", afirma Neto em parte da publicação. Dovenir Domingues Neto, natural de Uberlândia, encerrou sua vitoriosa carreira conquistando o titulo da Liga Paulista de Futsal, pelo Magnus. Ao final da competição Neto foi homenageado, recebendo o “Troféu Superação”, por tudo que passou na temporada. Na foto, Neo e Falcão, companheiros e idolos do futsal nacional.

Paratletas já pensam em nova etapa

Vários paratletas de Uberlândia, beneficiados pela parceria entre a Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel) e o Clube Desportivo para Deficientes de Uberlândia (CDDU), estiveram muito bem na 1ª Fase Nacional do Circuito Loterias Caixa de Halterofilismo, evento que aconteceu em Aracajú (SE), reunindo 112 atletas de todo o Brasil. A equipe uberlandense retorna à cidade trazendo 14 medalhas, sendo 11 na categoria adulto e outras 3 na júnior, além de dois recordes brasileiros batidos com Lara Aparecida Ferreira Sullivan de Lima e Maria Rita Martins de Oliveira. Já o atleta Mateus de Assis Silva, 20 anos, estreou em sua nova categoria nesta competição, passando de 97kg para até 107kg. O halterofilismo conta com três etapas nacionais e o Campeonato Brasileiro, competição que reunirá os melhores do ano. A segunda fase nacional será realizada entre os dias 13 e 15 de abril, em Goiânia (GO), e eles já trabalham para o evento. A terceira etapa nacional e o Campeonato Brasileiro acontecerão no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, em junho e outubro, respectivamente.
Relacionadas »
Comentários »