02/08/2020 às 21h43min - Atualizada em 02/08/2020 às 21h43min

Uberlândia vence Boa nos pênaltis e vai para a final do Troféu Inconfidência

Empate saiu só aos 45 minutos do segundo tempo durante jogo na noite deste domingo (2)

SÍLVIO AZEVEDO
Após vitória sobre o Boa nesta noite, Verdão vai enfrentar o Cruzeiro no final da competição | Foto: Giovanni Mendes/UEC
Foi no sufoco, na raça e, principalmente, na superação. Após estar perdendo até os 45 minutos do segundo tempo, o Uberlândia Esporte Clube venceu o Boa nos pênaltis e está na final do Troféu Inconfidência.

O jogo começou com os visitantes tomando a inciativa. Com cinco minutos, blitz do Boa no ataque, o goleiro Diego salvou duas vezes, mas na terceira o lateral Iury Ferraz abriu placar pro Boa. O Verdão respondeu com uma cabeçada de Fábio Alves, mas sem que passou por cima do gol boveta.

O Uberlândia pouco chegava no ataque com objetividade enquanto o Boa estava mais próximo do segundo. Aos 33 minutos, o Uberlândia chegou com perigo em cobrança de falta, mas o goleiro Renan Rocha que duas vezes impediu o empate do Uberlândia Esporte e ainda contou com a furada do atacante Felipe Alves.

Já aos 40, Gabriel escapou sozinho pela esquerda, tentou encobrir o goleiro Diego mas pegou mal na bola e mandou por cima do gol, desperdiçando uma chance clara para fazer o segundo dia visitantes.

No segundo tempo. o Boa chegou primeiro, com Denis perdendo um gol cara a cara com Diego.  Assim como no jogo contra o Vila Nova, o Uberlândia fez um gol enquanto sofria pressão do adversário. Aos sete minutos pênalti pro Uberlândia. Felipe Alves colocou a bola em baixo do braço, assumiu a responsabilidade e estufou a rede, garantido o empate do Verdão.

O Uberlândia levou um susto aos 12 minutos quando o Boa marcou o segundo, mas anulado pela arbitragem por impedimento. O segundo do Boa veio com Raphael Luz, que converteu pênalti aos 40 minutos.

O empate veio aos 45 minutos com Erick que empurrou pra dentro do gol após bate e rebate dentro da área do Boa. A arbitragem marcou impedimento no lance, mas depois voltou atrás, o que gerou uma confusão com jogadores adversários, mas de nada adiantou, 2 a 2 e o jogo seguiu para os pênaltis.

Na cobrança de pênaltis, o Verdão se classificou após converter todas suas cobranças, enquanto João Guilherme desperdiçou uma penalidade para o Boa.

Agora o UEC enfrenta o Cruzeiro na final do Troféu Inconfidência, na quarta-feira (5), às 19h, no Mineirão.








 


 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »