24/10/2019 às 08h03min - Atualizada em 24/10/2019 às 08h03min

Fórmula de disputa do Campeonato Mineiro é incógnita para 2020

UEC quer igualdade de partidas dentro e fora de casa; TV prefere fórmula do Carioca

EDER SOARES
André Vital e Ivan Pedro de Carvalho representaram o UEC na pré-reunião do conselho técnico | Foto: FMF/Divulgação

Na próxima terça-feira (29), os 12 clubes que integram o Campeonato Mineiro – Módulo I se reunirão na sede da Federação Mineira de Futebol (FMF), em Belo Horizonte, para definir os moldes da elite estadual para o próximo ano, com previsão de começar na segunda quinzena de janeiro. Na noite da última terça-feira (22), representantes dos clubes fizeram na capital mineira uma reunião prévia para já discutir o que será votado por eles na próxima semana.

Um impasse está dividindo os interesses de clubes da capital e do interior. A maior parte dos clubes pequenos quer manter a fórmula dos dois últimos anos (2018 e 2019), com jogos em turno único e se classificando os oito primeiros para as quartas de final, sendo essa fase somente com jogos de ida, no campo do time de melhor campanha.

Já os clubes da capital, mais o Boa Esporte, equipe de Varginha, querem o retorno da competição ao formato que durou até 2017, com turno único na primeira fase, mas classificando apenas os quatro primeiros para as semifinais.

Duas possibilidades a mais foram apresentadas e também serão votadas no conselho técnico do dia 29. A primeira delas seria ter a competição com as quartas de final, mas tendo jogos de ida e volta, ao contrário dos dois últimos anos em que foram apenas com partida de ida. Já a quarta proposta, mais polêmica e que, segundo bastidores é a preferida da TV, seria um espelho da fórmula do Campeonato Carioca com dois grupos de seis times, jogando em turno e returno, com semifinal e final em jogos únicos.

Outros assuntos também foram abordados no pré-conselho técnico: as licenças para os treinadores, limite de troca de treinador, limite de inscrição de jogadores (25, 30 ou 35 atletas) e o uso das 16 datas liberadas pela CBF, além de aumentar o número de membros de comissão técnica, passando de 6 para 8 conforme regra do futebol junto à Fifa.

O presidente do Uberlândia Esporte Clube (UEC), Flávio Gomide, reforçou que independentemente de qual fórmula for adotada, a equipe lutará para que as 12 participantes tenham direitos iguais. Nos modelos adotados nos últimos 18 anos, as equipes fazem 11 jogos na primeira fase, sendo os piores ranqueados na edição anterior, e as que vêm do Módulo II fazem cinco partidas em casa e seis fora. “Vamos lutar, em primeiro lugar, para que, independente da fórmula, tenhamos para todos os clubes o mesmo número de partidas, em casa e fora”, disse Flávio.

A situação também tem sido avaliada por outras equipes da região que disputarão o Módulo I. "Nossa proposta, e maioria dos clubes do interior, é a de continuar com mesma forma deste ano, porém acrescentando mais um jogo nas quartas de finais, inclusive, todos os clubes do interior, mobilizados por nós, estarão reunidos no dia 28 para oficializar a forma e mais algumas sugestões", disse Maurício Cunha, diretor do Patrocinense.

Também procurada pela reportagem, a presidente da URT, Maria Isabel, informou apenas que ainda não havia conversado com os dirigentes que representaram a equipe na reunião em Belo Horizonte.
 
SUB-20

Verdinho se prepara para amistosos no final de ano

A equipe sub-20 do Uberlândia Esporte Clube, que neste ano terminou o Campeonato Mineiro da categoria na terceira colocação, retornou aos trabalhos na última segunda-feira (21) no CT Ninho do Periquito. A equipe se prepara para uma sequência de amistosos visando a disputa da Copa Goiânia, ainda neste ano.

Entre os dias 17 e 24 de novembro, os garotos alviverdes enfrentam Cruzeiro, Atlético, América e Coimbra, na capital mineira. Existem ainda tratativas para que o time vá para São Paulo, onde poderá ficar uma semana para a realização de jogos contra os grandes clubes paulistas.





 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »