20/03/2019 às 08h16min - Atualizada em 20/03/2019 às 08h16min

Halterofilismo de Uberlândia conquista 13 medalhas em Circuito Nacional

DA REDAÇÃO
Além de destaques, equipe conseguiu bater quatro recordes brasileiros | Foto: Divulgação
Os paratletas da parceria entre o Clube Desportivo para Deficientes de Uberlândia (CDDU) e a Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel) foram destaques na 1ª Fase Nacional do Circuito Loterias Caixa de Halterofilismo. O evento aconteceu entre sexta (16) e domingo (18), em João Pessoa (PB), reunindo 120 atletas de todo o Brasil.

A equipe uberlandense retorna à cidade trazendo na bagagem 13 medalhas, sendo dez na categoria adulto e outras três na júnior, além de quatro recordes brasileiros batidos com Mateus Silva, Ângela Freitas, Lara Lima e Maria Rita Oliveira.

Alguns competidores foram destaque na competição, superando marcas pessoais e até mesmo recordes brasileiros. Lara Lima, de apenas 15 anos, conquistou ouro na categoria até 41 kg adulto e júnior, levantando 76 kg, batendo também o recorde brasileiro. Ângela Freitas também bateu um recorde nacional na categoria até 73 kg, erguendo 92 kg e conquistando o primeiro lugar do pódio.

Maria Rita Martins fez bonito e ficou com dois bronzes e um recorde brasileiro júnior ao levantar 77 kg na categoria até 86 kg. Por fim, Mateus Silva competiu na categoria até 107 kg e trouxe para casa o novo recorde brasileiro, o ouro e o título de maior barra do circuito. “A competição foi tudo que eu esperava. Superei meu recorde pessoal e o brasileiro, o que me mostrou que se você se dedica e trabalha certinho, as coisas vêm. Estou muito feliz”, disse Mateus.

O técnico da equipe, Wéverton Santos, avaliou positivamente a participação nessa primeira fase. “Foi uma competição bem pesada, em uma cidade muito quente. Mas o resultado foi extremamente satisfatório, até porque muitos já conseguiram índice para o brasileiro e também marcas melhores que as do ano passado”, disse.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »