30/10/2017 às 05h17min - Atualizada em 30/10/2017 às 05h17min

Dicas de conservação

ADRIANA KARIMI MANISH | COLUNISTA

A chegada de um alimento até a mesa da nossa casa é consequência de um longo processo de produção. Depois de colhida, a matéria passará por algumas etapas que objetivam garantir mais qualidade e validade ao produto.

Esse é um processo natural do ser humano. Desde os homens das cavernas buscamos métodos para prolongar a durabilidade de uma comida. E por que eles faziam isso? Pelo simples fato de garantir alimento disponível em épocas de frio.

Hoje temos oferta de alimento durante o ano todo, mas a necessidade de conserva-lo bem continua. Confira algumas dicas simples que vão te ajudar a manter o alimento por mais tempo, mesmo neste calor:

 

- Armazene suas batatas junto com as maçãs para evitar que elas brotem: assim como as bananas, as maçãs também liberam gás etileno. Isso faz com que alguns frutos amadureçam mais rápido, mas também previne que as batatas brotem de repente

- Conserve os tomates de cabeça para baixo: quando você armazena um tomate com a haste para baixo (em temperatura ambiente, e não na geladeira), essa posição impede que o ar e a umidade entrem pelo local de onde o fruto foi arrancado no momento da colheita. Isso prolonga um pouco a sua vida útil

- Mantenha as bananas frescas por mais tempo, envolvendo seus cabinhos em plástico: as bananas liberam gás etileno, que controla o escurecimento enzimático e amadurecimento da própria fruta e de quaisquer outras perto delas. Muito do gás sai daquela região que liga a banana em si ao seu cacho, conhecida como haste. Ao envolvê-la, você retarda o processo de amadurecimento e, consequentemente, as frutas não estragam tão rápido. O processo é exatamente igual ao costume de enrolar mamão em folha de jornal para que ele demore mais para amadurecer

- Os queijos devem ser embrulhados em papel amanteigado, não em plásticos e, em seguida, colocados em um saco plástico. Colocar um pouquinho de manteiga para cortar o queijo fará com que ele não endureça. Mantenha-os, assim como o leite, na prateleira do meio da geladeira, não na porta, onde as temperaturas oscilam.

 

Armazenamento no freezer

Refrigeradores têm uma temperatura entre 5°C e 10°C no compartimento geral e -5°C no congelamento. Nessas temperaturas é muito menor o crescimento de bactérias que acelerariam a decomposição dos alimentos. Veja agora a melhor maneira de armazenar seus produtos no freezer:

- Cada produto tem seu tempo adequado de congelamento. Carnes frescas, de vaca ou de porco, duram em torno de 8 meses; as carnes de frango fresco e peixe magro, cerca de 6 meses, e as de peixe gordo e camarão, por volta de três meses

- Todas essas carnes cruas devem ser conservadas em embalagens plásticas atóxicas e sem nenhum ar. A melhor divisão é separar em porções que serão consumidas de cada vez. Isso evita que a carne estrague mais rápido

- Os alimentos já preparados devem ser guardados em potes limpos e bem fechados. O tempo de conservação no freezer, nesse caso, é menor do que os dos produtos crus. Para carne de vaca, de peixe e aves são três meses e para a de carne de porco, quatro meses

- Uma geladeira lotada irá impedir que o ar gelado circule, levando a aquecer certos pontos e causar deterioração. Então, evite a lotação máxima.

São dicas simples que irão te ajudar a conservar melhor os alimentos. E hoje em dia não podemos nos dar ao luxo de desperdiçar. Isso é fato!

Leia Também »
Comentários »