07/08/2021 às 08h00min - Atualizada em 07/08/2021 às 08h00min

Aprenda a usar o tempo a seu favor

KELLY BASTOS
Bom dia!
Hoje nós vamos conversar sobre gestão de tempo. Usar o tempo ao seu favor é o ato ou processo de planejamento e execução do controle consciente sobre a quantidade de tempo que gastamos com determinadas atividades.

O objetivo do gerenciamento do tempo visa aumentar a efetividade, eficiência e produtividade dos nossos afazeres. Você notou a relação existente entre gerir o tempo e obter bons resultados? Esse tipo de gestão faz com que consigamos alcançar os objetivos que traçamos na vida pessoal e profissional.

Como, em algumas ocasiões, não conseguimos lidar de uma forma melhor com o planejamento, ou a falta dele, acabamos falhando. Aprenda com nossas dicas a usar o tempo ao seu favor, fazendo a gestão do tempo e obtendo cada vez mais os melhores resultados para o seu negócio.

Classifique o que é importante e o que é urgente
O primeiro ponto que iremos abordar é a classificação das atividades e tarefas que você terá que cumprir ao longo do dia. A não classificação delas provoca uma imensa bagunça em nossa rotina, pois às vezes priorizamos o que não é importante e acabamos com uma pilha de trabalho urgente para fazer depois.

Sendo assim, classifique o que tiver para fazer em: importante, urgente e baixa prioridade. O que for urgente deve ser priorizado. Na sequência, atue em cima das tarefas importantes e, por fim, trabalhe naquelas que têm baixa prioridade. O objetivo, aqui, é não deixar que as tarefas importantes se transformem em urgentes.

Estabeleça objetivos, metas e um plano de ação
Para que a classificação estabelecida acima funcione plenamente, precisamos organizar os seus objetivos e metas em um plano de ação. Comece definindo quais são os seus objetivos em relação à companhia.
Se quiser, pode incluir aqueles objetivos pessoais que contribuem com um melhor desempenho no trabalho. Depois de definir os objetivos, pense nos meios que a (o) levarão a alcançá-los. Esses meios são conhecidos como metas, ou seja, o passo a passo rumo à conquista deles.

As metas ajudam a esclarecer os mecanismos que serão utilizados ao longo de sua jornada. Pegue as metas e os objetivos e coloque em um plano de ação. Acompanhe-o frequentemente.

Monte um cronograma para a sua semana
A sua memória pode ser incrível, mas ela não tem o mesmo poder de um cronograma. Às vezes a mente nos leva à distração, o que pode resultar em procrastinação. Monte um cronograma para a sua semana e nele coloque todas as atividades que precisam ser executadas.

Deixe-o em um local visível para que você consiga lembrar de cada tarefa frequentemente.
 
Calcule, priorize e seja rigorosa (o) com os prazos
O funcionamento do seu cronograma depende do cálculo de tempo que você deve fazer e que determinará a quantidade de minutos ou horas dispensados para cada uma das tarefas ou atividades.
Não esqueça de priorizar aquelas que estão classificadas como urgentes ou importantes. Para evitar a procrastinação e usar o tempo ao seu favor, seja rigoroso com os prazos estabelecidos. Quando iniciar uma atividade, faça de tudo para não interromper.

Trabalhe com foco e engajamento para cumprir as metas e fazer com que os objetivos sejam, dia após dia, mais tangíveis.

Faça intervalos estratégicos
A gestão de tempo não significa apenas sentar em uma cadeira e trabalhar ininterruptamente. Você não precisa ser uma (um) workaholic para conseguir estar em dia com os seus compromissos. No intervalo entre uma tarefa e outra, faça pausas estratégicas. Aproveite para levantar, tomar um café e refrescar a mente. Na sequência, volte a trabalhar.

Algumas pessoas veem a rotina como algo monótono e negativo. Mas, muitas vezes, estabelecer hábitos e funções para o dia a dia pode render bons frutos. Basta saber usá-los a seu favor.
De acordo com o psicólogo e clínico cognitivo comportamental Reginaldo do Carmo Aguiar, manter uma rotina organizada ajuda no enfrentamento dos desafios e alcance das metas; na realização de tarefas; no aumento da responsabilidade; cumprimento dos horários; no controle de determinadas emoções aversivas, entre outros benefícios.

“A rotina é necessária à medida que a pessoa desenvolva repertórios ou habilidades de autocontrole (disciplina, organização e responsabilidade) e de autoconfiança (senso de competência e melhora no desempenho) e não produza mal estar físico, cognitivo, social e emocional”, afirma o especialista.

Para ele, a rotina envolve seguir determinadas normas e, para ser usada a favor, não pode haver excessos. “Estas normas precisam ser ajustadas de acordo com as disposições físicas, cognitivas e emocionais do indivíduo para não produzir efeitos indesejáveis. Estabelecendo regras adequadas, flexíveis e saudáveis as pessoas podem viver com uma autoestima saudável”, diz.” 

Utilize esse conhecimento para ser mais produtivo(a) no trabalho e alcançar, cada vez mais, melhores resultados.
Bom fim e boa semana!
 
Fontes:   pontomais.com.br
uaidivas.wordpress.com


Este conteúdo é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.
Tags »
Relacionadas »
Comentários »