12/02/2021 às 19h28min - Atualizada em 12/02/2021 às 19h28min

Palmeiras e o Mundial

ADRIANO SANTOS
Divulgação
O verdão foi totalmente dominado pelo Tigres, a velha piada do Palmeiras sem Mundial se renovou para temporada 2021.
Sorte ter Weverton no Gol, poderia ser muito mais, time nervoso, sem confiança, abusando das bolas longas e sem toque de bola. A lentidão de Zé Rafael era gigantesca, Gabriel Menino parece que não foi a campo, sorte ter um zagueiro como Gustavo Gomez, não vimos o Palmeiras que venceu o River e foi Campeão libertadores.

O melhor do jogo foi substituído, Danilo deu entrada ao ineficiente Felipe Melo, que não tinha nenhuma característica de um jogo como esse. Luan fez o pênalti mais bobo do ano Palmeirense, também não foi entrou no jogo, Rony que era a esperança Palmeirense, errou praticamente tudo.

Sou fã da relação que o Abel tem com o Palmeiras, a respeitabilidade e a humildade dele em aprender como se joga o Campeonato Brasileiro, Libertadores é admirável.

Abel é didático, Abel é humilde, reconhece seus problemas, mas não conseguiu fazer o Palmeiras ser Campeão.

O Palmeiras vem de apresentações que não brilha os olhos, contra o Santos, contra o Flamengo, Ceará, Vasco, e até o Botafogo.

Ressalvas que o Tigres foi fantástico, marcava em caixa alta, tocava bem a bola, e tinha objetivo, definido, claro, chegar a final. Fara um jogo de 1° tempo contra o Bayer de Monique, faça um gol no primeiro tempo e fecha a "casinha" no segundo tempo.

O Tigres tem um técnico Brasileiro, que por sinal é o um dos mais experientes do México e está a mais tempo no cargo de treinador.

Não tem segredo Bayer Campeão, o modelo Europeu de jogo x a Escola Sul-americana de futebol. Sem comparação, só um milagre dá o título ao Tigres, que óbvio venderá caro seu vice campeonato.

Nas contas gerias do Mundial de Clubes, ah um massacre Europeu, domínio excessivo, muito mais títulos e consagros nessa competição.

O Palmeiras precisa de um zagueiro a altura de Gustavo Gomez, andar do lado dele e não comprometer o 2021, falta um meia, Lucas Lima, Scarpa, Veiga precisam de novos ares, não dá. O Verdão precisa de um atacante, estilo Pedro, estilo Jô, estilo Tardelli, estilo Huck, o ataque do Palmeiras é ineficaz.

O Palmeiras terá jogo duro contra o Grêmio, e precisa saber onde a motivação estará, o mundial acabou, agora é a hora da verdade. Dinheiro e qualidade o Palmeiras têm, falta gestão, agora é hora de mostrar grandeza.

Confesso que me decepcionei, esperava um Palmeiras Campeão. Vida que segue.

O Mundial de Clubes precisa ser remodelado, modelo de competição que tem um título muito forte, pra pouquíssima emoção e qualidade.

Talvez uma competição maior, os campeões e vices, em mais dias, melhor calendário, tudo menos o que está sendo repetido.

O Palmeiras não teria chances contra o Bayer, mas não poderia estar fora da final, Palmeiras é a segunda maior força do Brasil, ou entre os 3 melhores clubes do Brasil.

Agora é pensar no que tem pela frente, reformular, pensar 2021.

Paixão Futebol.

*Este conteúdo é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.

 
Tags »
Relacionadas »
Comentários »