02/02/2021 às 08h00min - Atualizada em 02/02/2021 às 08h00min

CBFS remarca, pela 3ª vez, a Taça Brasil

ALBERTO GOMIDE
A Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) confirmou para este mês, do dia 14 ao dia 20, em Tubarão (SC), a primeira competição da modalidade na temporada 2021. Na verdade, será a edição relativa ao ano 2020, remarcada pela terceira vez. Será a 47ª Taça Brasil de Clubes - Divisão Especial, no masculino adulto. O campeonato reúne os representantes dos Estados (em sua maioria absoluta os campeões).

Por conta da pandemia da Covid-19 e com dois adiamentos, a equipe Assoeva (RS) acabou desistindo da competição, e a informação da Federação Gaúcha de Futsal é que os demais clubes participantes do Estadual 2019 não manifestaram interesse em participar do certame nacional devido à proximidade do evento. Assim, a Taça Brasil terá um novo formato, com 9 clubes e 2 grupos, sendo um com 5 clubes e outro grupo com 4 clubes.

Grupo A: Associação Atlética Banco do Brasil - AABB - São Paulo (SP), Associação Atlética Portuguesa – Portuguesa (RJ), Minas Tênis Clube (MG), Unidos do Alvorada Esporte Clube - UAEC (AM) e Associação Desportiva de Futsal Tubaronense - ADFT - Tubarão (SC);

Grupo B: AJEC - Associação Joaçaba de Esporte e Cultura - Joaçaba (SC), UNIPA - União Independente de Pais e Atletas - Foz Cataratas (PR), Associação Recreativa Cultural Unidos do Cruzeiro - ARUC (DF) e Douradina Esporte Clube (MS).

A fase classificatória será realizada entre os dias 14 e 18 de fevereiro, e os dois primeiros colocados dos grupos passam às semifinais, marcada para o dia 19. A decisão será no sábado, dia 20.

Os últimos campeões foram o Carlos Barbosa (RS), em 2016; Joinville (SC), em 2017; Pato Branco (PR), em 2018 e o Atlético Erechim (RS), em 2019.

O Estado com maior número de títulos na competição é Santa Catarina, com 11, seguido por Rio Grande do Sul, com 9. Minas Gerais foi campeão três vezes da Taça Brasil, uma com o Atlético Mineiro e duas com o Minas Tênis. O clube com maior número de títulos conquistados é o Jaraguá do Sul (SC), 7 vezes.
 
UBERABA PERDE EM CASA E SEGUE NO M-III
O Uberaba Sport decepcionou a sua torcida, no último sábado (30), jogando no Estádio Engenheiro João Guido, o Uberabão, perdendo de 2 x 0 para o União Luziense. O Uberaba precisava vencer para superar o adversário na classificação final e voltar ao Módulo-II do Campeonato Mineiro. O time foi incompetente e, com o resultado, continua na terceira divisão do futebol mineiro. Na fase inicial do campeonato, o Uberaba passou invicto na etapa, mas decepcionou nas duas últimas partidas do hexagonal final, quando perdeu os jogos e também a chance de voltar ao Módulo-II.

A última rodada teve, ainda, a goleada do campeão Aymorés sobre o Santarritense por 5 x 0, e vitória do Poços de Caldas sobre o Contagem por 1 x 0. A classificação final do hexagonal ficou assim: Aymorés campeão, com 13 pontos; União Luziense vice-campeão, com 12 (estes dois subindo para o Módulo-II); o Uberaba, com 7; Poços de Caldas, com 6; Santarritense, com 4; e o Contagem, com 1 ponto. O artilheiro do campeonato foi Jeferson Elias Braga Montimor, do Aymorés, com 10 gols.

A campanha do Uberaba no campeonato foi a seguinte: 9 jogos, 4 vitórias, 3 empates, 2 derrotas, 7 gols pró, 6 gols contra, 1 gol de saldo, e 15 pontos ganhos. O campeão Aymorés, de Ubá (MG), foi absoluto e fez uma campanha digna de um time campeão. Na fase inicial, venceu todos os jogos. E no hexagonal final, só teve um empate, exatamente contra o Uberaba Sport. Dos 9 jogos que disputou, venceu 8 e empatou 1; marcou 22 gols e sofreu apenas 3. Na fase final, não sofreu nenhum gol e marcou 10.


*Esta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.
 
Relacionadas »
Comentários »