05/05/2019 às 09h45min - Atualizada em 05/05/2019 às 09h45min

Vida pós desilusão amorosa

KELLY BASTOS (DUDI)
Quem aqui pode levantar a mão e dizer que nunca sofreu por alguma desilusão amorosa? É uma dor muito grande e não sabemos direito como lidar com a vida daqui para a frente. Dói, afinal, depositamos nos relacionamentos nossos sonhos, planos, sentimentos e tempo e, ao ver que tudo acabou pensamos: para onde foi tudo isso? O que sobrou? Parece que nada. Mas não é verdade. Sobrou você. Inteira. É só se reencontrar.

Existem diversos fatores que levam a uma desilusão amorosa. Pode ser uma traição, uma mentira que descobrimos, uma mudança brusca no comportamento do parceiro, um abandono, um momento em que não nos sentimos respeitadas e amadas. Outra coisa que pode levar ao desencanto é o fato de que colocamos muitas expectativas no outro. Queremos mudar algumas de suas características para que ele se encaixe melhor em nossa imagem do que seria um relacionamento perfeito e, quando descobrimos que isso não é possível, nos frustramos.

Mas também existe aquele momento em que o amor acaba para um dos dois e somos avisadas de que não cumprimos mais o papel que pensávamos. De qualquer maneira, terminar um relacionamento de repente, com uma desilusão, é muito complicado e requer mais tempo e força para nos reerguermos.

A escritora Martha Medeiros tem uma frase muito bacana sobre o término de um relacionamento: “Despedir-se de um amor é despedir-se de si mesmo. É o arremate de uma história que terminou, externamente, sem nossa concordância, mas que precisa também sair de dentro da gente”.

Dói? Dói, com certeza!
Como tirar a história de dentro de nós? Não dá. É preciso esperar que ela saia sozinha. Você pode fazer algumas coisas que ajudam a superar a desilusão amorosa e diminuem o poder que a dor tem sobre você. Com o tempo a história deixa de ser tão dolorida e passa a ser uma lembrança antiga, que faz parte da sua vida e de quem você é.

Existem algumas atitudes que você pode adotar para se sentir mais forte e segura para recomeçar a sua vida:

Curta a dor: Tem gente que gosta de terminar um relacionamento e fingir que está tudo bem, mas isso só mascara o sofrimento. O ideal é tirar um tempo para refletir sobre o que quer, o que aconteceu e focar a energia em você.

Dê tempo para a dor - Lidar com a dor da perda é inevitável. Dê um tempo para a dor passar. Lembre-se de que você perdeu alguém e não a si mesma. E que em qualquer relação você é mais importante.

Cuide-se: Faça uma mudança no visual, compre roupas novas, enfim, mime-se. Você merece um pouco de amor!

Procure amigos: Desabafe com quem já passou por uma situação parecida. Peça conselhos e veja que trata-se de uma fase, que você vai dar a volta por cima, por mais que esteja difícil de ver agora.

Comece do zero: Já reparou na quantidade de filmes e livros em que pessoas que sofrem por amor largam tudo para começar uma vida nova? Trocam de emprego, se mudam para outra cidade. Se você não quer ou não pode jogar tudo para o alto, por que não organiza uma viagem para um lugar legal? Tire as férias dos seus sonhos e explore outras culturas. Você vai se sentir renovada.

Não queira se vingar: Evite entrar em outra relação só para se vingar ou mostrar para o outro que você também pode. Se valorize, faça uma escolha para você e não para o outro.

Mas... Perca o medo de amar: Depois de um relacionamento que não deu certo, nos sentimos retraídas e medrosas. “E se eu me decepcionar com ele também?” Bem, a vida é feita de tentativas e erros. É uma aventura e cada relacionamento proporciona um aprendizado diferente. Se você se trancar em casa para sempre, nunca vai encontrar a pessoa certa.

A dor do coração partido demora para passar. Você vai ter recaídas, momentos de rancor e raiva. Deixe que eles venham e vão embora. Tente se livrar de energias negativas para que seu campo energético esteja pronto para receber só coisas boas do universo.
Tags »
Relacionadas »
Comentários »