13/06/2020 às 08h50min - Atualizada em 13/06/2020 às 08h50min

Procon recebe 418 denúncias de irregularidades em comércios durante feriado em Uberlândia

Fiscalização no dia de Corpus Christi resultou em 20 interdições de estabelecimentos

DA REDAÇÃO
Apenas serviços considerados como essenciais podem abrir ao público em feriados e fins de semana | Foto: Valter de Paula/PMU

A fiscalização para o cumprimento das determinações do Comitê de Enfrentamento ao Covid-19 junto ao comércio de Uberlândia foi intensificada durante o feriado prolongado. Durante a operação realizada pela Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), mais de 400 denúncias de irregularidades foram recebidas. Conforme a mais recente deliberação do comitê, apenas os serviços classificados como essenciais podem abrir ao público em feriados e fins de semana.
 
Fiscais do setor de Posturas, ligados à Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Urbanos, juntamente com agentes da Vigilância Sanitária, ligados à Secretaria Municipal de Saúde, atuaram para orientar e adotar as medidas cabíveis nas situações irregulares. A Polícia Militar (PM) também contribuiu durante a fiscalização.
 
Entre as noites de quarta-feira (10) e quinta (11), a fiscalização acompanhou 418 denúncias, das quais 54 resultaram na aplicação de multa. Houve ainda 70 ações de orientação e fechamento de estabelecimentos, duas apreensões e 20 interdições de comércios.
 
Segundo a deliberação publicada no Diário Oficial do Município (DOM) de terça-feira (2), as atividades comerciais foram divididas em grupos. O comércio considerado como essencial pode exercer sua atividade sem restrições de dias e horários de atendimento. No segundo, estão os que podem operar abertos ao público de segunda a sexta, das 10h às 18h, não podendo atender em feriados e finais de semana. O terceiro grupo é composto por estabelecimentos que ainda possuem completa restrição de funcionamento.
 
ANTECIPAÇÃO DE FERIADO
Durante uma live realizada na terça-feira (9), o prefeito Odelmo Leão decretou a antecipação do feriado de Nossa Senhora da Abadia, comemorado no dia 15 de agosto, para esta sexta-feira (12). A medida, segundo ele, buscava aumentar o índice de isolamento social em Uberlândia.
 
Com a evolução do grau de contágio de Covid-19 na cidade, a Prefeitura estimava que o município poderia atingir 3.000 casos até o dia 16, mas o número já foi alcançado na sexta, quando Uberlândia registrou 3.060 casos confirmados do novo coronavírus, apenas 34 a menos do que Belo Horizonte.

COMO DENUNCIAR?

A Prefeitura de Uberlândia passou a disponibilizar mais um canal para recebimento de reclamações contra aglomerações, preços abusivos e estabelecimentos comerciais que descumprem as medidas para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus na cidade. As denúncias também podem ser feitas por meio do WhatsApp (34) 99774-0616.

O número do WhatsApp é mais um aliado na fiscalização dos estabelecimentos abertos irregularmente, cujas ações também contam com os canais oficiais da Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) para reclamações. 

O Município reforçou que o apoio da população é imprescindível para que a força-tarefa, composta pelo Procon, fiscais do setor de Posturas e Vigilância Sanitária, garanta o cumprimento as determinações do Comitê Municipal de Enfrentamento à Covid-19. O objetivo é garantir a segurança e a saúde da população durante o enfrentamento do novo coronavírus.

Zap da Prefeitura: (34) 99774-0616
Fale com o Procon: 151
E-mail: [email protected]
Site: faleprocon.uberlandia.mg.gov.br

VEJA TAMBÉM:

Denúncias contra comércio e aglomerações podem ser feitas por WhatsApp em Uberlândia
Receita recebeu 60% das declarações de Imposto de Renda em Uberlândia 

Procon flagra 330 estabelecimentos abertos irregularmente em Uberlândia



















 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »