20/11/2019 às 08h33min - Atualizada em 20/11/2019 às 08h33min

Assessores de Juliano Modesto são exonerados da Câmara de Uberlândia

Exoneração acontece após impasse com suplente Walquir Amaral, que exigiu nomeação da própria equipe

GIOVANNA TEDESCHI
Modesto está preso por crime de obstrução de justiça desde 15 de outubro, quando se entregou | Foto: Aline Rezende

A Câmara Municipal de Uberlândia publicou nesta terça-feira (19) a portaria que exonera os assessores do vereador Juliano Modesto (Solidariedade), preso em 15 de outubro pelo crime de obstrução de Justiça.

 

No total, foram 15 assessores exonerados. Entre eles está o assessor Carlos da Mata, que também é investigado nas operações O Poderoso Chefão e Torre de Babel, as mesmas que prenderam Modesto. 
 

 

O vereador está em licença compulsória desde 10 de outubro, quando o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e Polícia Militar (PM) cumpriram mandados na Câmara e na casa dele. Ele se entregou na semana seguinte à deflagração da Operação Torre de Babel, uma vez que não foi localizado para cumprimento do mandado de prisão preventiva.

 

ENTENDA O CASO

A exoneração acontece após um impasse com o suplente Walquir Amaral, que assumiu a vaga na última quarta (13). Na data, o presidente da Câmara, Hélio Ferraz-Baiano (PSDB), disse que o político deveria assumir toda a equipe do titular.



Amaral e equipe chegaram a ocupar espaço no corredor que liga plenário aos gabinetes, já que  vereador não pôde assumir um gabinete, nem empossar os próprios assessores | Foto: Nilson Braz
 

Nesta segunda (18), Amaral se reuniu com o promotor de Justiça de Defesa do Patrimônio Público, Luiz Henrique Borsari, o vereador Ronaldo Alves (ordenador de despesas da Câmara) e a procuradora-geral da Câmara Municipal Alice Ribeiro de Sousa. 

 

Ficou decidido, então, que Amaral poderia nomear os próprios assessores e a Câmara deveria proceder com a exoneração de Modesto e demais assessores. Em entrevista ao Diário, ele afirmou que cerca de nove a 10 novos funcionários deveriam ser empossados até amanhã (21). 






 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »