03/07/2019 às 14h41min - Atualizada em 03/07/2019 às 14h41min

Uberlandenses relatam experiências da primeira semana da viagem

Casal Mayara Pelegrini e Ederson Machado deixaram tudo para trás para dar a volta pelo Brasil de Kombi

MAYARA PELEGRINI E EDERSON MACHADO
Primeira parada do casal de Uberlândia foi o estado de Goiás | Foto: Giovanna Gagno
Na última semana, o Diário de Uberlândia noticiou sobre o início da experiência do casal de uberlandenses Mayara Pelegrini, de 26 anos, e Ederson Machado, 30, que resolveu fazer uma longa viagem de Kombi visitando diversas comunidades brasileiras.
 
Acompanhados da gata Khaleesi, a volta ao Brasil começou no último dia 24 de junho com a primeira parada no estado de Goiás. O trajeto será traçado aos poucos, mas, a princípio, a ideia é chegar até os Lençóis Maranhenses e depois continuar o destino pelo litoral nordestino. 
 
A partir desta quarta-feira (3), o Diário vai publicar semanalmente a trajetória do casal relatando as experiências, os roteiros percorridos e os costumes das comunidades visitadas. Confira como foi a primeira semana do De Boas na Kombi:

“Há um ano estávamos comprando nossa Kombi. Foram 12 meses bem intensos: vendemos apartamento, carro, móveis e até a aliança de casamento. Doamos roupas, utensílios, coisas e mais coisas. Moramos de favor na casa da tia da Mayara até a transformação ser finalizada. Hoje, todos nossos bem materiais se encontram dentro da Kombi.
 
Estamos a uma semana na estrada e estamos surpresos com a nossa evolução no dia a dia. Depois de muitas caneladas, roxos em todas as partes do corpo e batidas de cabeça, já estamos adaptados ao pequeno espaço que temos na nossa casa. Conseguimos cozinhar, tomar banho, utilizar porta potti (vaso químico), lavar louças e dormir tranquilamente.
 
Tivemos muitos episódios engraçados ao longo dessa semana, mas um resume o fato de que a vida na estrada, viajando, nem sempre é só belezas. Na quinta feira, depois de chegarmos de uma conversa ótima em volta de uma fogueira, fomos usar o nosso vaso químico quando alguma coisa aconteceu e deu uma pequena explodida, sujando o banheiro todo hahahahaha. Ficamos até meia noite limpando tudo e rindo da situação fedida que nos metemos...se nosso amor sobreviveu a isso, nada mais nos separa hahahahaha.
 
de boas na kombi diário de uberlândia Antes da saída, nos inscrevemos no Wordpackers para procurar projetos sociais e lugares que trocam trabalho por hospedagem, comida etc. Nele encontramos a Ecovila Vale do Éden, onde passamos nossa primeira semana, conhecendo pessoas maravilhosas, que nos ensinaram muito sobre a terra, sobre o respeito e sobre tentar fazer algo para melhorar a comunidade. Eles estão com um projeto lindo de construir um cinema (que está quase pronto) e uma biblioteca para a população da região, principalmente para as crianças.
 
Dentre os vários lugares que visitamos com eles, fomos na escola Casa Verde que fica em Aparecida de Goiânia, e foi uma experiência incrível. Uma escola real, mas que não aprisiona as crianças dentro de um espaço desligado do mundo e das experiências que elas trazem consigo. Uma escola onde todos os espaços são espaços de aprendizagem, que ocorrem harmonicamente a partir do que acontece dentro e fora dos muros da escola.

A rotina das crianças é bem estruturada, com locais para guardar sapato e mochila, para lanchar etc, mas tudo com um sentido real para os alunos e em um ritmo natural, visando formar cidadãos autônomos e sensíveis ao outro e ao mundo.
 
É uma instituição particular, mas que serve de inspiração para pensarmos em outras possibilidades de escola, em uma escola que seja pública, que pertença a todos, e que dê às crianças desejo e vontade de estarem ali, que tenha um significado para elas e que as ajude a descobrir as belezas do mundo.

 
 
Passar uma semana na comunidade do Vale foi muito importante para a nossa adaptação, principalmente para a Khaleesi (nossa gatinha). Ela já está se sentindo em casa, brincando e mantendo a mesma rotina de quando morávamos no apê. O único momento em que ela fica um pouco estressada e mia é quando dirigimos, mas descobrimos que colocar os cobertores para ela deitar a deixa mais tranquila e assim, ela cochilou a maior parte do caminho.
 
Na segunda-feira partimos cedo para Pirenópolis/GO, estacionamos na pracinha da igreja, preparamos nosso almoço e começamos a responder as inúmeras mensagens de pessoas nos enviando muitas energias boas, desejando boa sorte nessa nossa jornada. Tem sido muito emocionante esse apoio e carinho que temos recebido.”
 
Enquanto estiverem na estrada,
Pelegrini e Machado vão documentar a viagem por meio de vídeos, fotos e textos, que serão publicados no perfil do Instagram @deboasnakombi, no @diariodeuberlandia, além do jornal Diário de Uberlândia. 
 
Até a próxima semana!

de boas na kombi diário de uberlândia
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »