14/10/2018 às 06h30min - Atualizada em 14/10/2018 às 06h30min

Carro de família, mas ainda assim um Porsche

Macan GTS chega de 0 a 100km/h em 5 segundos e comporta bem 4 ocupantes

FOLHAPRESS
Quando se fala em Porsche se pensa em esportivos que, quem gosta de carros, sonha. Mas a empresa precisa sobreviver e entrou no mundo dos utilitários esportivos no começo do século ao lançar o Cayenne. O sucesso foi imediato, o segmento ficou e o jipão está na terceira geração. Em 2015 foi a vez de entrar em uma fatia menor, com o Macan.

A reportagem andou na versão GTS, a intermediária da linha. Custa R$ 458 mil. Vem com um motor V6 3.0 de 360 cv de potência. Segundo a fábrica, acelera da 0 a 100 km/h em 5 segundos e chega a 256 km/h. O alto desempenho não é a única marca da Porsche no Macan GTS. O desenho também é típico da empresa. A frente é alta com grandes entradas de ar e capô bem inclinado. Os faróis têm formato arredondado e luzes de LED.

A traseira tem uma queda mais suave, lembrando um cupê e dando um toque esportivo, reforçado pelas lanternas horizontais, também com lâmpadas de LED. O interior causa impacto. O console central tem um extenso teclado com quase todas as funções do carro para serem operados ali. É preciso um tempo de aprendizado para operar tudo e, mesmo assim, é fácil se atrapalhar com os botões. A chave fica no lado esquerdo do volante como todo Porsche.

No caso do Macan GTS, é apenas uma alavanca, já que a chave mesmo fica no bolso do motorista. O ronco do escapamento é forte e pode ser amenizado por uma das teclas ao lado do câmbio ou mudando o modo de condução, que também altera as respostas do acelerador e a firmeza da suspensão.

Como carro familiar, conta com bom espaço para quatro ocupantes e um amplo porta-malas de 500 litros. Alguns itens, no entanto, ficaram de fora. Esqueça, por exemplo, aquecimento e ventilação dos bancos e sistemas de auxílio ao motorista, como piloto automático adaptativo.

Esses itens podem ser encontrados em outros utilitários esportivos da mesma faixa de preço, mas que não serão um Porsche.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »