09/01/2021 às 08h00min - Atualizada em 09/01/2021 às 08h00min

2021: Resolução, Reflexão ou Gratidão?

ANGELA SENA PRIULI

Esta é uma maneira melhor de começar o ano novo: pule as resoluções tradicionais de janeiro e reserve um tempo para a reflexão de ano novo.

Reserve um momento para relembrar os últimos 365 dias de sua vida. Daqui a alguns anos, quando você falar sobre 2020, que histórias vai contar? Será que vai bater palmas para os profissionais de saúde todas as noites? Ou talvez seja uma lembrança dos meses passados, ​​principalmente, em casa com membros da família - ou das “bolhas” pandêmicas que você formou que ajudaram a fortalecer as amizades. Talvez você conte a história de perder alguém que amava ou lembre-se de encontrar força e resiliência que não sabia que tinha.

Embora reviver boa parte de 2020 possa parecer uma ideia terrível, os psicólogos dizem que é a melhor maneira de começar o novo ano. Olhar para trás o ajudará a desenvolver as lições que aprendeu, e você pode até descobrir alguns hábitos positivos ocultos que não sabia que havia começado. Talvez não tenhamos nos dado crédito o suficiente. Não acho que tivemos a apreciação emocional de que precisamos e merecemos pelo tipo de ano que muitas pessoas tiveram. A reflexão que é necessária agora é um olhar real, honesto e autocompaixão sobre o que foi perdido, quem se perdeu e o que você deseja escolher para se lembrar sobre 2020. Reflexão é uma forma de estar pronto para avançar para o ano Novo.
 
REFLEXÕES VS. RESOLUÇÕES
Estudos mostram de forma consistente que as resoluções de Ano Novo não funcionam. Em fevereiro, a maioria das pessoas as abandonou. O problema com muitas resoluções é que elas tendem a ser intrinsecamente autocríticas e derivam de um tipo de pensamento mágico de que com uma grande mudança - alguma perda de peso, exercícios regulares, mais dinheiro - a vida será transformada. É muito fácil procurar um comportamento pelo qual você se critica regularmente ou pelo qual se sente culpado, é aquela falsa promessa de "se você mudar uma coisa, você mudará tudo."

Estudos mostram que uma das melhores maneiras de mudar o comportamento e formar um novo hábito é agrupá-lo com um comportamento existente - o que na ciência da formação de hábito é chamado de "empilhamento". É a razão pela qual os médicos, por exemplo, sugerem tomar um novo medicamento ao mesmo tempo que você escova os dentes ou toma seu café da manhã: é mais provável que você se lembre de tomar sua pílula ao incorporá-la a um hábito existente. Adicionar etapas ao seu deslocamento diário é a melhor maneira de adicionar exercícios ao seu dia do que tentar reservar um tempo separado para uma caminhada diária.
Ao refletir sobre as lições do ano passado, podemos acumular e desenvolver os bons hábitos que começamos em 2020. Talvez isso envolvesse descobrir novas formas de fazer exercícios quando as academias eram fechadas, fortalecer amizades forjadas por meio de nossas bolhas sociais, organizar nossas casas, aprendendo a cozinhar refeições mais saudáveis ​​ou tornando-nos responsáveis ​​pelo cuidado dos outros.

Agora, com a distribuição de vacinas e o fim da pandemia à vista, você não precisa abandonar essas mudanças - em vez disso, tente construí-las. O primeiro desafio está listado abaixo.
 
GRATIDÃO
Bater palmas em quarentena se tornou um ritual noturno em muitas partes do Brasil e ao redor do mundo como um agradecimento coletivo aos profissionais de saúde. Foi tanto uma demonstração de comunidade, quanto de gratidão. A experiência foi o que os sociólogos chamam de “efervescência coletiva”, que acontece quando as pessoas, simultaneamente, se reúnem e participam de um ritual de grupo.

Talvez você tenha demonstrado gratidão de outras maneiras. Você ofereceu gorjetas maiores do que o normal para funcionários de entregas e restaurantes? Você se pegou dizendo um agradecimento sincero aos funcionários do supermercado e da farmácia no caixa? Quando as coisas ficaram difíceis em casa, você lembrou a si mesmo e a seus filhos todas as coisas pelas quais se sentia grato?

Por que GRATIDÃO é importante? Vários estudos mostram que as pessoas que têm uma prática diária de gratidão, na qual contam conscientemente suas bênçãos, tendem a ser mais felizes, têm níveis mais baixos de estresse, dormem melhor e têm menos probabilidade de sofrer de depressão. Em um estudo, os pesquisadores recrutaram 300 adultos, a maioria deles estudantes universitários em busca de aconselhamento de saúde mental. Todos os voluntários receberam aconselhamento, mas um grupo acrescentou um exercício de escrita focado em experiências ruins, enquanto outro grupo escreveu uma carta de gratidão para outra pessoa a cada semana durante três semanas. Um mês depois, aqueles que escreveram cartas de gratidão relataram uma saúde mental significativamente melhor. E o efeito parece durar. Três meses depois, os pesquisadores escanearam os cérebros dos alunos enquanto eles completavam um exercício de gratidão diferente. Os alunos que escreveram cartas de gratidão no início do estudo mostraram maior ativação em uma parte do cérebro chamada córtex pré-frontal medial, que se acredita estar relacionada à recompensa e ao nível de cognição superior.
 
ACEITE O DESAFIO DA GRATIDÃO
Esta semana, experimente um ou mais desses exercícios simples de gratidão.
Comece pequeno. Envie um e-mail ou texto agradecendo a um prestador de serviço ou conte a seus filhos, seu cônjuge ou um amigo como eles tornaram sua vida melhor.

Crie um lembrete de gratidão que diz:
1. Alguém
2. Algo
3. Eu mesmo
 
É um lembrete diário para expressar gratidão não apenas pelas pessoas, eventos e presentes em sua vida, mas também por suas próprias realizações. Você pode sentir gratidão por completar um treino, por um corpo saudável ou por aceitar um novo desafio. Expresse sua gratidão por escrito. Você pode enviar emails ou postar sentimentos de gratidão nas redes sociais ou em um chat em grupo. Ou pense em alguém em sua vida e escreva uma carta de agradecimento (você não precisa enviá-la). Preencha sua carta com detalhes que descrevam como essa pessoa influenciou sua vida e as coisas que você aprecia nela. Ou mantenha um diário de gratidão.

Quando somos capazes de dizer a que somos gratos e explicar o porquê, isso muda nossa atenção do que é negativo para o que é positivo em nossas vidas. Quer mais saúde e paz? Sejamos positivos e criativos para vivermos um dia de cada vez.
 
Fonte: Adaptado de Tara Parker-Pope. For a Healthier 2021, Keep the Best Habits of a Very Bad Year, 2021: https://www.nytimes.com/2021/01/01/well/live/new-year-habits-gratitude.html



*Este conteúdo é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.

Tags »
Relacionadas »
Comentários »