29/08/2020 às 08h30min - Atualizada em 29/08/2020 às 08h30min

Psicanálise do Estilo

IARA BERNARDES

Levanta, toma um banho, liga o secador, arruma o cabelo, maquiagem, perfume, roupa cheirosa e sai para o trabalho. Seja em casa ou na rua, você sabe a importância de estar bem consigo? Muitas mulheres reclamam que a maternidade provoca uma ruptura na rotina de cuidados pessoais, afinal, desde a gestação nos vemos direcionadas a cuidar do corpo pensando no serzinho que estamos gerando no ventre e já na gravidez a transformação no estilo se faz evidente para atender as novas formas do corpo.

Durante a gestação, nos vemos perdidas em relação ao nosso guarda-roupas e acreditem, nos últimos 5 anos muita coisa melhorou, seja na praticidade das peças que se ajustam às mudanças durante a gestação, quanto na amamentação, sendo que essa nos exige certos malabarismos dependendo das nossas escolhas fashion.

Além de toda essa adequação de estilo nessa primeira fase da maternidade, a medida que amadurecemos, certamente nosso guarda-roupas vai se ajustando e uma maneira super assertiva de nos encontrarmos em meio às transições é a consultoria de imagem, que vai muito além de remodelar as roupas que usamos. Faz parte de um trabalho de entendimento e descoberta do seu estilo pessoal.

Muitas pessoas acreditam que a preocupação com a autoimagem não passa de bobagem, no entanto, estar bem consigo ajuda em diversas outras áreas da vida. Segurança no trabalho e elevação da autoestima são só alguns pontos que melhoram com o entendimento sobre aquilo que lhe cai bem, sem contar a praticidade que o autoconhecimento fashion proporciona no dia a dia. Por isso, fiz questão de conversar com a CI (Consultora de Imagem) Marianne Oliveira e tirar algumas dúvidas sobre esse terreno fashion que é, para muitas de nós, um verdadeiro campo minado.
 
A maternidade provoca muitas transformações no corpo, como podemos adequar o estilo durante a gestação para que as roupas não fiquem perdidas depois?
Durante a gravidez, o corpo da mulher pode mudar muito, e o segredo da moda para gestantes é a modelagem, que foi especialmente produzida e pensada para conferir praticidade e, principalmente, conforto na gestação. Então, se for possível, a dica é investir em peças específicas para gestantes e que ao mesmo tempo sejam compatíveis com nosso gosto pessoal (escolhendo estampas, tecidos e detalhes que gostamos), e após o parto, quando se sentir disposta, ajustar para o novo momento essas roupas adquiridas, numa costureira de confiança. Muitas pessoas não sabem, mas uma boa costureira pode aumentar, diminuir, ajustar, até mesmo transformar um macacão em calça e blusa, por exemplo, e aqui vale a criatividade. Assim, o investimento nas roupas não fica perdido e não deixamos de valorizar nosso próprio conforto e a nossa imagem pessoal durante um momento tão delicado, em que muitas mulheres perdem sua autoestima justamente por causa das mudanças corporais e porque as roupas anteriores deixam de servir. Temos que compreender que a gravidez é um momento desafiante e único na vida da mulher, e que todas as mudanças corporais e emocionais devem ser acolhidas, e não julgadas ou deixadas de lado.
 
À medida que amadurecemos, nosso estilo também muda, como identificar o que nos cai melhor com essa transição?
Primeiramente, precisamos entender o que é o estilo. O estilo pessoal é soma das preferências, do estilo de vida e da personalidade de cada pessoa. Ao contrário do que muitos pensam, qualquer pessoa tem um estilo, por mais que esteja usando apenas uma calça jeans, camiseta e tênis. E o nosso estilo pessoal tem uma essência, mas evolui, não é estático, pode se aperfeiçoar ou se adaptar a diferentes circunstâncias e etapas da vida. A maternidade, o início ou fim de um relacionamento, mudança de carreira ou de cidade/país, cirurgias, nossa própria idade e amadurecimento, por exemplo, geralmente são causadores de mudanças de estilo. Diante tamanha democratização e acesso à moda, a Consultoria de Imagem aparece como um guia para nos ajudar a decifrar nosso próprio estilo, trazendo mais autoconhecimento, consistência na comunicação e assertividade em nossas escolhas. É um processo de aprendizagem muito pessoal e personalizado, mas uma dica interessante para este autoconhecimento é estudar sobre os estilos universais e tentar identificar nosso próprio estilo dentro deles e se nortear a partir desta identificação.
 
Qual a maior relevância no cuidado da imagem que você pode destacar?
Para responder a esta pergunta, precisamos entender que a imagem não é formada somente pela aparência, mas pela ...
 
O assunto rendeu e quero te deixar com a curiosidade aguçada para continuarmos essa conversa semana que vem. Por isso, não perca nossa próxima coluna para conferir a resposta para essa pergunta, além de tudo mais que falamos nesse bate papo. Então fique ligado. Abraços!

*Este conteúdo é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.



 

Tags »
Relacionadas »
Comentários »