30/03/2020 às 10h54min - Atualizada em 30/03/2020 às 10h54min

O que fica quando tudo acaba

IARA BERNARDES

Momentos de medo, incertezas e isolamento geram sentimentos muito complexos na maioria das pessoas e aprender a lidar com eles é a melhor saída para aproveitar a situação que se apresentou para todos nós. Com isso, vem à memória a orientação da tripulação de bordo das companhias aéreas sobre, em caso de despressurização da cabine, devemos colocar a máscara de oxigênio primeiro em nós, para depois ajudar quem está ao lado. Mas o que isso tem a ver no nosso atual contexto? Essa orientação nos chama a refletir sobre como devemos estar oxigenados, ou seja, à salvo do pavor para assim podermos ajudar nossos filhos e as pessoas ao nosso redor a enfrentar esse momento tenso.

Por isso, hoje gostaria de sugerir algumas ações que podem te ajudar a enfrentar esse momento com calma, em contextos de quarentena diferentes. Todas as orientações servem para aqueles que estão em home office, driblando cuidar das crianças e trabalhar; para os que não estão indo trabalhar, mas sabem da garantia de manutenção do seu sustento durante a crise e ao término dela; e para aqueles que estão na incerteza sobre seu negócio ou futuro profissional.
 

  • Brinque com seus filhos;

  • Desenvolva sua espiritualidade;

  • Desligue a televisão por no mínimo 8 horas do seu dia.

 
Mas como assim, já estou trancado em casa, não posso assistir tv? Meus caros, você que trabalha em horário comercial, já não assiste televisão por esse tempo. A única coisa que o noticiário vai trazer nesse momento é o mesmo assunto. Isso não significa que não possa se informar, mas direcione um horário do seu dia para isso.
 
Delete grupos de WhatsApp que disseminam o medo
Algumas pessoas, infelizmente, gostam de propagar a insegurança e o medo, talvez nem o faça por mal, mas podem achar que estão informando, quando muitas vezes estão apenas destruindo a sanidade mental dos participantes daquele grupo. A notícia ruim, gera uma reação de desequilíbrio no nosso organismo, pois em situações de estresse há uma grande liberação dos hormônios adrenalina, noradrenalina e cortisol que provocam aumento dos batimentos cardíacos, aumento da pressão arterial, constrição dos vasos sanguíneos e outras alterações fisiológicas. Imagine você sendo bombardeado grande parte do dia com essas informações e seu corpo se desgastando continuamente. Isso falando apenas pelo lado fisiológico, pois pensando psicologicamente, o estresse emocional pode acarretar crises de ansiedade.
 
Leia livros de literatura clássica
O Brasil é um dos países com maior índice de analfabetismo funcional do mundo. O que significa isso? Significa que, de acordo com pesquisas da Unesco, 3 em cada 10 brasileiros conseguem ler e escrever, porém não compreendem o que estão lendo ou copiando, fazem meras reproduções do que acabaram de receber. Ler não implica apenas em decodificar o que está escrito, a compreensão é o que efetiva o processo de leitura, entender a intenção da informação, saber fazer inferências e correspondências com o que foi lido.
 
Faça Hiperlinks Mentais
Primeiro vamos explicar o que são hiperlinks. São aquelas informações extras, normalmente destacadas em azul, em um texto da internet que ao clicar você é direcionado para outra página com mais conteúdo sobre o que foi destacado. Hiperlinks mentais são as correspondências que nós mesmos fazemos com base no que conhecemos sobre assuntos diversos que podem estar relacionados. Como construímos isso? Ao ler um texto, marque as informações que você não conhece e pesquise mais sobre ela, assim você amplia seu repertório e enche sua mente de conhecimento, mas lembre-se de procurar fontes confiáveis de informação.
 
Matricule-se em cursos online gratuitos
Particularmente nunca vi tanto curso bom quanto agora e o melhor é que grandes empresas e mentores estão disponibilizando conteúdos de qualidade e DE GRAÇA. Faber Castell, SuperGeeks, HIIT, Gerônimo Theml são alguns exemplos.
 
Assista vídeos no YouTube
Mas não é qualquer vídeo. Procure conteúdo de qualidade, que traga conhecimento para enfrentar o futuro com mais preparo. Para finanças sugiro os canais: Explica Ana, mestre em Economia Política, uberlandense, apontada pela Forbes na lista Under 30; Me Poupe na Web de Nathalia Arcuri, jornalista e especialista em Finanças, sendo o maior de finanças do mundo; Cristina Junqueira, vice-presidente do maior banco digital independente do mundo.
Para Educação e Parentalidade: Telma Abrahão, especialista em educação positiva; Carlos Nadalim, mestre em Educação pela Universidade Estadual de Londrina; Canal do Cortella, criado pelo educador, filósofo e doutor Pela PUC-SP Dr. Mário Sérgio Cortella.
 
Com essas dicas, você vai conseguir se manter ativo por um bom tempo. Portanto, coloque sua máscara de conhecimento sobre sua cabeça, tire o foco das coisas ruins, pois assim, inevitavelmente, você estará mais preparado e com mais positividade para estar com seus filhos nesse período e que o que fique, quando tudo isso acabar, seja sua mente cheia de boas informações e a certeza que saiu melhor da crise do que quando ela chegou.

*O conteúdo desta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.














 

Tags »
Relacionadas »
Comentários »