14/07/2020 às 17h03min - Atualizada em 14/07/2020 às 17h15min

Covid-19: mais 169 casos são confirmados em Uberlândia

Cidade tem 9.687 pessoas contaminadas; índice de ocupação de leitos de UTI na rede municipal é de 94%

DA REDAÇÃO
Divulgado nesta terça-feira (14), o boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) confirmou a morte de mais cinco pessoas pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas em Uberlândia. Com os números atualizados, o total de óbitos confirmados pela enfermidade chegou a 169. Além disso, 169 novas pessoas estão contaminadas pela Covid-19, totalizando 9.687 infectados pela enfermidade.

Das cinco vítimas desta terça, três estavam internados na rede municipal de saúde, sendo uma idosa de 71 anos e dois homens de 58 e 73 anos. Um paciente de 84 anos, internado no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), também morreu em decorrência da doença. Um idoso de 81 anos que estava na rede particular também foi vítima da Covid-19.


De acordo com os novos dados da SMS, o número de casos suspeitos caiu 6%, com 1.744 notificações prováveis para a doença. Uma morte segue sob investigação das autoridades e 30.492 pessoas já testaram negativo para a doença.

Conforme consta no boletim, 223 pessoas estão internadas em hospitais da rede pública e privada de Uberlândia, sendo 102 na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 121 na enfermaria. Segundo a Prefeitura, 94% dos leitos de UTI da rede municipal estão ocupados, restando apenas quatro disponíveis caso haja necessidade de internação.

MG e Brasil
O boletim epidemiológico divulgado pelo Governo de Minas Gerais, atualizado na segunda (13), aponta 78.643 casos confirmados para o novo coronavírus e 1.688 óbitos. São 23.844 casos suspeitos em todo o território estadual e 53.111 pacientes que se recuperaram da doença.

No Brasil, são 20.286 novos casos confirmados da doença e mais 733 óbitos registrados. Segundo o painel do Ministério da Saúde atualizado nesta segunda, o Brasil tem 1.884.967 pessoas infectadas com o vírus e 72.833 mortes confirmadas

EMBARGO DECLARATÓRIO
Durante live realizada nesta segunda, o prefeito Odelmo Leão 
mostrou descontentamento com a integração de Uberlândia ao programa “Minas Consciente” e anunciou que entrou com um embargo declaratório contra o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) para questionar a situação do município referente à liminar.
 

De acordo com Leão, a situação vivida pela cidade é diferente da realidade analisada em relação aos outros 26 municípios do Triângulo Norte. Conforme consta no documento expedido pela Justiça, as decisões sobre a abertura e funcionamento do comércio dependerão da avaliação exclusiva do governo, considerando a situação de todas as cidades da região, e não apenas de Uberlândia. O município, portanto, foi vinculado à Onda Verde, a mais restritiva de todas, e com protocolos de funcionamento definidos pela Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAEs), e não por segmento ou atividade.

No domingo (12), o Diário publicou uma reportagem explicando mais detalhes sobre o funcionamento das atividades econômicas na cidade. Entenda como fica o comércio com a adesão ao Minas Consciente clicando aqui.

 

“O município de Uberlândia não pode ser tratado dessa forma. Como vamos ser integrados ao Minas Consciente sendo que nós fizemos um trabalho, sacrificando os empresários e lutamos para abaixar essa curva, e agora nesse momento a gente ser enquadrado em igualdade de condições com os outros 26 municípios do Triângulo Norte?”, questionou.


VEJA TAMBÉM:

Médico de Uberlândia faz alerta sobre possibilidade de reinfecção do coronavírus

Horta em casa é alternativa para driblar tédio da quarentena e melhorar a saúde





















 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »