18/06/2020 às 10h44min - Atualizada em 18/06/2020 às 10h44min

Novo comandante da Polícia Militar assume cargo nesta quinta (18) em Uberlândia

Coronel Fernando Marcos dos Reis disse que pretende dar continuidade aos trabalhos do ex-comandante Chinelato e buscar novas melhorias à região

DA REDAÇÃO
Solenidade de passagem de comando aconteceu na manhã desta quinta-feira (18) | Foto: Reprodução/Facebool

A 9ª Região da Polícia Militar (RPM) que atende Uberlândia e outras 17 cidades da região Triângulo Norte recebe, a partir desta quinta-feira (18), um novo comandante. O coronel Fernando Marcos dos Reis assumiu o cargo no lugar do coronel Alex Augusto Chinelato de Souza.

 

A solenidade de passagem de comando foi realizada na sede da 9ª Região Integrada de Segurança Pública (Risp) por volta das 10h. O evento foi transmitido ao vivo através da página do Facebook da Polícia Militar e contou com a presença de poucas autoridades civis e militares, devido às medidas de prevenção ao coronavírus.

 

O coronel Fernando Marcos é natural da cidade de Araxá onde trilhou a carreira policial e comandou o 37º Batalhão da Polícia Militar no município. Em uma mensagem divulgada à imprensa, o novo comandante disse que pretende dar continuidade aos trabalhos conduzidos pelo coronel Chinelato e buscar novas melhorias à 9ª Região.

 

“De maneira sinérgica, buscaremos incansavelmente trabalhar em prol de uma construção conjunta que possa conduzir a 9ª RPM rumo à novas e constantes edificações, a exemplo das atuais, que com maestria foram sedimentadas durante o comando do Cel Chinelato. Nesta Região, a criminalidade não terá vez”, comentou.

 

SAÍDA

O coronel Alex Augusto Chinelato de Souza assumiu o comando da 9ª Região da Polícia Militar no dia 25 de janeiro deste ano. Ele era responsável pelo 10ª Batalhão da Polícia Militar, em Montes Claros, antes de assumir o comando de Uberlândia.

 

Durante a solenidade, Chinelato informou que o motivo de sua saída é para comandar o policiamento da capital de Minas Gerais, Belo Horizonte. O ex-comandante da nona região também disse estar satisfeito com os resultados que toda a equipe alcançou nestes quase seis meses de atuação, principalmente em relação à redução expressiva dos registros de crimes violentos.

 

“Parabenizo a todos pela construção dessa nova realidade. A expressiva redução dos registros de crimes violentos, a vertiginosa queda dos homicídios, dos furtos, o combate ao tráfico de drogas, as centenas de prisões de autores, bem como de apreensões de armas de fogo na Região, permitiu constatar que o quantitativo de registros de crimes violentos atualmente na região é o mesmo de dez anos atrás, retroação de uma década, fruto do trabalho de cada um”, expressou ele.


VEJA TAMBÉM:

 





 

 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »