17/06/2020 às 10h14min - Atualizada em 17/06/2020 às 10h14min

Inverno em Uberlândia deverá ocorrer com temperatura média de 16ºC

Estação tem início no próximo fim de semana; médico alerta sobre cuidados para manter a imunidade neste período

DHIEGO BORGES
Marcada por tempo seco e temperaturas mais baixas, estação tem início no próximo dia 20 de junho | Foto: Via-Drones
Madrugadas um pouco mais frias, com temperaturas na média de 16ºC, e tardes secas e quentes, variando entre 26ºC e 29ºC. Assim deve ser o inverno em Uberlândia neste ano, que tem início no próximo dia 20 de junho. A projeção é considerada dentro da normalidade para o período, segundo o Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). 

A estação tem por característica um clima mais seco, com baixa umidade relativa do ar, em média de 15% a 20%. Os índices ficam próximos a temperaturas registradas em regiões de deserto. 

De acordo com a doutora em Meteorologia e coordenadora do Laboratório de Climatologia e Recursos Hídricos UFU, Camila Bertoletti Carpenedo, o inverno em Uberlândia deve ser marcado por nebulosidade e pouca precipitação. São esperados apenas 40 milímetros de chuvas para os próximos três meses, o que é comum para a estação.

Em maio, a cidade registrou no dia 27 de maio a menor temperatura do ano, 8,8ºC, considerada, de acordo com a climatologista, um recorde de extremo frio. Também dentro deste mês, Uberlândia teve a menor temperatura máxima mensal desde 2009, 15,2ºC. 

Segundo o Instituto de Geografia da UFU, as temperaturas devem cair de forma gradativa nos próximos dias com a proximidade do mês de julho. Apesar da média mínima de 16ºC, massas de ar frio são esperadas e podem fazer as temperaturas caírem um pouco mais entre julho e agosto. O inverno termina oficialmente no dia 22 de setembro. 

Fim de outono
A previsão do tempo para a última semana de outono também é de temperaturas mais amenas. Nesta quarta (17), o dia amanheceu nublado e as temperaturas variam de 14°C à máxima de 25°C, d
e acordo com os dados do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec/Inpe).

Uberlândia deve registrar nesta quinta-feira (18) a temperatura mínima de 13°C e máxima 23°C. Na sexta-feira e sábado, os termômetros vão variar de 14°C a 27°. 

Médico Bruno de Santi alerta sobre cuidados para manter a imunidade neste período | Foto: Arquivo pessoal

Alerta para prevenção a doenças respiratórias
Essas características meteorológicas fazem do inverno uma estação propícia para a incidência de doenças respiratórias. Em tempos de pandemia, a atenção com a saúde deve ser ainda mais redobrada. De acordo com o otorrinolaringologista, Bruno de Santi Bonatti, o período exige um maior cuidado. “Além de gripe e resfriados, é comum o aparecimento de outras síndromes como sinusite ou pneumonia, que são consequências de um quadro viral”, afirma. 

Sintomas como tosse, coriza e alergia são comuns a gripes e resfriados. Mas, em caso de febre persistente ou perda de paladar e olfato, segundo o especialista ouvido pelo Diário, a indicação é procurar atendimento médico o quanto antes para identificar doenças mais graves ou até suspeita de coronavírus. 

O fortalecimento da imunidade pode ser um grande aliado para evitar o aparecimento das doenças respiratórias. De acordo com o médico, algumas práticas podem contribuir para a prevenção. “Ter uma alimentação saudável, cuidar da qualidade do sono, praticar atividade física e estar mais atento à hidratação são hábitos que ajudam a melhorar a imunidade”, destaca. Outra dica de prevenção, segundo o especialista, é ficar de olho na higiene.  

VACINAÇÃO
O médico também alerta sobre a importância da imunização na prevenção contra a gripe. Em Uberlândia, a Campanha de Vacinação Contra a Influenza foi prorrogada até 30 de junho na rede municipal. 

Podem se vacinar pessoas que fazem parte de todas as classes prioritárias e que ainda não foram imunizadas: idosos, profissionais de saúde, pessoas com deficiência, adultos de 55 a 59 anos, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo, professores da rede pública e privada, doentes crônicos e pessoas com condições clínicas especiais, crianças (de 6 meses e menores de 6 anos), gestantes e mulheres no pós-parto até 45 dias (puérperas).

A imunização é realizada nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) e em seis Unidades de Atendimento Integrado (UAIs). 


VEJA TAMBÉM:

 










 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »