25/04/2020 às 09h30min - Atualizada em 25/04/2020 às 09h30min

Uberlândia comemora Semana Municipal dos Contadores de Histórias virtualmente

Programação literária online começa neste sábado (25) e segue até o próximo dia 30

IGOR MARTINS
Evento vai reunir contadores de histórias da região | Foto: Divulgação

Ser um contador de histórias não é trabalho para qualquer um. A atividade requer, acima de tudo, talento, disciplina e o “saber se virar” com todas as emoções e peculiaridades que a envolvem, incluindo as expressões faciais, silêncios, entonações e gestos. Passada de geração para geração, a contação é uma arte que faz parte da história de muita gente, especialmente no período da infância.

Por meio da lei 13.308 de 2019, Uberlândia foi contemplada com a “Semana Municipal dos Contadores de Histórias”, que acontecerá todos os anos, sempre na semana do dia 25 de abril. Pensando nisso, a Academia Uberlandense dos Contadores de Histórias e Brincantes (AUCHB) preparou um evento para toda a população, com programações previstas entre hoje e até dia 30.
Realizado de forma totalmente online devido à pandemia do coronavírus, o “Show dos Contadores de Histórias Online” oferecerá à comunidade, além da contação de histórias, dicas de brincadeiras, livros e poesias. A atração tem como objetivo incentivar a leitura e a cultura por meio da difusão da literatura infantil.

Segundo a presidente da AUCHB, Leda Gonzaga, o fato de toda a programação acontecer de maneira remota e digital contribui para que a associação alcance um público maior do que o esperado, além de poder atingir pessoas que geralmente não são o alvo da entidade. “Com as redes tecnológicas é possível entrar nas casas de todas as pessoas que têm acesso às redes sociais, seja através de lives ou vídeos gravados”, disse.

Ainda de acordo com Leda, o show organizado representa um grande marco e avanço na valorização da arte de contação de histórias. Com uma semana recheada de contos, todas as ações serão postadas mediante uma programação divulgada nas redes sociais da AUCHB.
 
MARCO


Yaya Gois acredita que o evento é uma boa oportunidade para divulgar o trabalho artístico na cidade | Foto: Arquivo Pessoal


Yaya Gois será uma das participantes da programação da associação durante a semana. Membro efetivo da AUCHB, ela diz que a semana dos contadores de histórias é um marco para a cidade e para todos que fazem parte do movimento em todo o Brasil. Segundo ela, o show organizado pela entidade é um momento importante para congregar a arte narrativa que encanta corações há muitos anos.

Mesmo sabendo que nada substitui o encontro presencial, Yaya acredita que o evento online é uma oportunidade para divulgar o trabalho de contadores de histórias e que a tecnologia é um grande aliado em momentos tão difíceis.

“As redes sociais são uma vitrine e representam um formato lúdico e criativo. Existe a diferença em estar olho no olho, com a troca afetiva e a reação sentimental, mas mediante o isolamento social é uma porta aberta de acalento, de ternura, um momento em família em que a curiosidade pelos livros fica mais aguçada, pelo mundo de possibilidades que as histórias despertam. Cada mensagem ou história compartilhada nos abraça e estimula a querer cada vez mais estar próximos uns dos outros com as narrativas vindas desse mundo mágico do ‘Era uma vez’”, afirmou Yaya.

Natural de Itumbiara (GO), ela pensa que ações como essas têm ainda o objetivo de aproximar as pessoas e contagiar todos os públicos, unindo diferentes povos de forma cultural. Ainda segundo Yaya, a semana dos contadores de histórias faz uma bonita recordação a pessoas importantes da literatura uberlandense, como Maria Inês, conhecida como a Vovó Caximbó, e Martha Azevedo Pannunzio.

“A arte narrativa de contar histórias é uma caixa mágica cheia de sonhos. Com toda certeza essa caixa eu quero abrir para muitos corações. As histórias encantam, embalam, emocionam, transformam vidas, curam e nesse momento que estamos sem troca de olhares, com certeza elas consolam, como se fossem abraços, beijos ou encontros esperados. ‘Contar histórias é contar-se’, alguém disse”.













 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »