15/04/2020 às 08h30min - Atualizada em 15/04/2020 às 08h30min

Inscrições para edital do Itaú Cultural se encerram nesta quarta (15)

"Arte como respiro" busca contribuir para o trabalho de artistas em meio à pandemia do coronavírus

IGOR MARTINS
Edson Natale, gerente de música do Itaú Cultural | Foto: Denise Andrade/Divulgação
Acaba nesta quarta-feira (15) o período de inscrições para o edital de emergência criado pelo Itaú Cultural. O “Arte como respiro”, nova linha de fomento criada pela instituição, desta vez é voltado para a música e tem como objetivo gerar recursos e contribuir para o trabalho de artistas durante o período de pandemia decorrente do novo coronavírus. Os registros dos proponentes podem ser realizados diretamente no site da entidade cultural de maneira gratuita.

No edital, são duas as categorias para propor os projetos. Uma é a “autoral”, na qual o proponente participa com composições próprias ou em parceria com outros, podendo escolher qualquer gênero musical. A outra é a “podcast”, que contempla esta forma de mídia com temas ligados à história da música brasileira, do ponto de vista local, do bairro, comunidade, cidade, região, contexto nacional ou de movimentos musicais. Também podem participar desta categoria profissionais que integram a cadeia produtiva da música como produtores, cenógrafos, técnicos e educadores.

A equipe de programadores do Núcleo de Música da organização selecionará 120 projetos, sendo até 80 na categoria autoral e até 40 na de podcast. Os critérios utilizados para a seleção das propostas incluem criatividade e originalidade. Os selecionados da categoria autoral receberão R$ 5 mil, enquanto os podcasters R$ 2,5 mil, ambos valores brutos e como remuneração pelo licenciamento dos direitos autorais do trabalho.

Os trabalhos selecionados serão apresentados ao público de acordo com a agenda organizada pela equipe de música dentro do prazo de até 31 de agosto, podendo ser alterado diante do quadro social referente a pandemia ou de necessidades da própria organização.

Segundo Edson Natale, gerente de música do Itaú Cultural, a instituição está em busca de músicas, reflexões e histórias que brotam ou são lembradas por causa deste momento e que precisam ser compartilhadas. Mesmo sem ideia do que está por vir, Natale acredita que trabalhos das mais variadas tendências serão registrados no site. “Acredito que por vezes poderemos nos surpreender, por outras emocionar, refletir. Sem dúvida, é um edital em que poderemos sentir um pouco o pulso musical deste momento”, disse.

Ainda de acordo com Edson, o edital lançado pela instituição cultural contribui para que toda a população brasileira passe pelo momento pandêmico da melhor forma possível. “Todos os setores estão amplamente afetados e com a arte não tem sido diferente. O que é importante neste momento é refletirmos enquanto sociedade, no valor inestimável que a arte, a ciência e a educação possuem. O momento é duríssimo, mas seria ainda pior sem elas”, afirmou.










 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »