15/03/2020 às 08h11min - Atualizada em 15/03/2020 às 08h11min

​UFU suspende eventos e viagens de servidores devido ao coronavírus

Demais atividades acadêmicas como aulas e defesas estão mantidas até nova recomendação

DA REDAÇÃO
Recomendações são válidas até o dia 31 de março ou até novo comunicado | Foto: Divulgação
A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) criou um Comitê de Monitoramento ao COVID-19 (novo coronavírus) e estabeleceu algumas medidas preventivas para a comunidade acadêmica, entre elas, a suspensão de eventos com grande aglomeração e viagens de servidores. As aulas por enquanto estão mantidas. 

O comitê é composto por profissionais da área da saúde e por representantes da área acadêmica e administrativa da UFU. As medidas adotadas neste primeiro momento atende a recomendações do Ministério da Educação (MEC) após a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarar pandemia do coronavírus, bem como as orientações dos comitês municipal de enfrentamento e do Hospital de Clínicas da UFU (HC-UFU).

Consideram também o estado de emergência em saúde pública decretado pelo governo de Minas Gerais nesta sexta-feira (13) em virtude da pandemia. O último boletim epidemiológico estadual indica que foram notificados 378 casos de infecção humana pelo COVID-19 em Minas Gerais, sendo 69 foram descartados e 307 estão em investigação como suspeitos. 

Em Uberlândia, há 24 casos em investigação e quatro descartados. Os únicos casos confirmados no estado são de pacientes de Divinópolis e Ipatinga. 

A princípio, as recomendações são válidas até o dia 31 de março. Mas novas informações e recomendações poderão ser emitidas a qualquer momento, segundo a instituição. Veja abaixo. 

 
  • Atividades acadêmicas
Por enquanto, serão mantidas as atividades acadêmicas, aulas, defesas, entre outras.
 
  • Eventos
Suspensão de todos os eventos comemorativos, científicos, artísticos e culturais, que envolvam aglomeração (com mais de 100 pessoas).
 
  • Viagens
Suspensão temporária de viagens coletivas e individuais, aéreas e terrestres, desta forma, somente serão concedidas passagens e diárias em casos imprescindíveis.
 
  • Orientações gerais
Recomenda-se aos servidores, terceirizados e estudantes que fizeram viagens internacionais e mobilidade internacional/nacional, que procurem a Vigilância Epidemiológica Municipal, com urgência, para receber orientações. Aqueles que tenham chegado de viagem internacional, de áreas de risco, no caso de assintomáticos, devem ficar em quarentena domiciliar por 7 (sete) dias e, no caso de sintomáticos, por 14 (quatorze) dias e suas atividades serão definidas conforme acordo com a chefia imediata em suas unidades administrativas/acadêmicas. E no caso dos estudantes, em caráter de regime especial nas unidades acadêmicas.

Deverão ser apresentados os documentos originais que comprovem a viagem, no último mês. Os documentos deverão ser encaminhados para a Prograd (Pró-reitoria de Graduação), no Setor de Atendimento ao Aluno, e Progep (Pró-reitoria de Gestão de Pessoas).

 
  • Orientações – grupos de risco
Identificação dos servidores, terceirizados e estudantes que pertençam aos grupos vulneráveis a formas mais graves, como idosos (acima de 65 anos), cardiopatas, pneumopatas, nefropatas, diabéticos, oncológicos e imunossuprimidos em geral, mesmo quando não retornados de viagens, poderão ter modificado o regime de trabalho, mediante comprovação e a distribuição de atividades acadêmicas de acordo com organização dos campi. Nessa hipótese, os casos devem ser monitorados clinicamente, com condições de trabalho adequadas e, sempre que possível, afastados do contato com pessoas vulneráveis a formas mais graves de COVID-19.   Nesses casos, deverão ser apresentadas evidências documentais a serem enviadas para a Prograd (Pró-reitoria de Graduação), no Setor de Atendimento ao Aluno, e Progep (Pró-reitoria de Gestão de Pessoas).
 
  • Demais orientações
Em casos de febre, tosse, falta de ar ou outros sintomas respiratórios, deve-se procurar a Unidade de Saúde mais próxima, em caráter de urgência. Para localizá-la, baixe o aplicativo Coronavírus - SUS, disponível nos sistemas iOS e Android, do Ministério da Saúde. Recomenda-se, ainda, o cuidado de não frequentar os espaços universitários em suas atividades e ações.
 
  • Comunicação institucional
Atenção às divulgações institucionais das medidas preventivas e de autocuidado, além da higiene pessoal. Sugere que não seja usado ar-condicionado em ambientes fechados, dando preferência ao uso de janelas abertas para circulação do ar. Sempre que possível, manter janelas abertas para que os ambientes sejam arejados naturalmente; disponibilizar álcool em gel 70% nos ambientes internos e entradas dos prédios, evitar tocar nas mucosas dos olhos, nariz e boca e não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas; lavar e higienizar as mãos, principalmente antes de consumir algum alimento e após tossir ou espirrar e a cada duas horas e, principalmente, após passar por locais ou equipamentos de uso público e demais orientações no link: www.saude.gov.br/saude-de-a-z/coronavirus 

 







 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »