19/06/2019 às 09h00min - Atualizada em 19/06/2019 às 09h00min

Elaboração de projetos culturais é tema de oficina

Encontros começam nesta quarta-feira (19) e serão às quartas-feiras até 17/7 em dois locais

DA REDAÇÃO
Mônica Debs, secretária de Cultura, acredita que a iniciativa é uma forma de contribuir com o aperfeiçoamento dos projeto | Foto: Marco Crepaldi/Secom/PMU
Em agosto deve ser publicado mais um edital do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Pmic) que durante todo o ano fomenta a cena cultural da cidade viabilizando projetos de todos os segmentos da arte. Porém, para inscrever um projeto, não só neste programa como em outros, muitos artistas, às vezes, se sentem um pouco perdidos na hora da redação desses projetos, a parte mais burocrática do processo.

A elaboração de projetos culturais é uma atividade cheia de particularidades que devem ser respeitadas. Estar atento aos editais é importante, mas somente isso não garante a aprovação do aporte. Para facilitar um pouco a vida dos proponentes, a Secretaria Municipal de Cultura (SMC) realizará, a cada quarta-feira, a partir de hoje (19) até 17 de julho, a oficina “Como elaborar Projetos Culturais”. A iniciativa gratuita acontecerá, sempre a partir das 19h, simultaneamente, em dois locais, na Oficina Cultural e no Mercado Municipal de Uberlândia.

Para a secretária municipal de Cultura, Mônica Debs Diniz, trata-se de uma oportunidade das pessoas trabalharem na prática a elaboração das propostas. “É uma forma de contribuirmos com o aperfeiçoamento dos projetos que recebemos, propiciando que todos tenham maior chance de captação de recursos tanto municipais, quanto estaduais e federais. Isso faz com que a riqueza cultural produzida em Uberlândia seja muito maior”, enfatizou.

As inscrições para os interessados devem ser feitas hoje, data do primeiro encontro, nos dois locais. A abertura da oficina levará orientações iniciais aos participantes. Para se inscrever, basta que o interessado compareça no local escolhido no horário marcado com os documentos pessoais em mãos.

Durante os encontros, serão ministrados conteúdos referentes a programas de incentivo municipais, estaduais e federais. A demanda, segundo a assessora de programas e projetos da SMC, Ariadne Amâncio, surgiu dos próprios agentes culturais do município.

“A maioria não teve oportunidade de fazer um curso de elaboração e necessita de orientações mais aprofundadas. Costumeiramente, fazíamos encontros breves de esclarecimentos, mas isso se tornou insuficiente. Veio deles a necessidade de realizarmos uma capacitação que proporcionasse informações mais detalhadas”.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »