17/10/2018 às 08h09min - Atualizada em 17/10/2018 às 08h09min

Vacinação contra HPV é levada às escolas públicas

DA REDAÇÃO

A equipe do Programa Municipal de Imunização inicia hoje – Dia Nacional de Vacinação –, a imunização contra o vírus HPV em crianças e adolescentes matriculados em unidades das redes municipal e estadual de ensino de Uberlândia. A ação, que é para meninos com idade entre 11 a 14 anos e meninas entre nove e 15 anos, acontece em parceria com o Programa Saúde Escolar.

O vírus HPV pode causar câncer do colo do útero, de vulva, pênis e garganta, bem como verrugas genitais. A imunização é necessária, uma vez que o HPV é considerado altamente contagioso (transmissão acontece principalmente no sexo) e a dose previne a transmissão, gerando a diminuição da circulação do vírus na comunidade.

A estratégia, segundo a coordenadora do Programa de Imunização, Cláubia Oliveira, surge para certificar que as crianças e adolescentes estão com as doses em dia e também para facilitar o acesso daqueles que ainda não se protegeram. “É um trabalho cíclico de busca ativa para os que precisam iniciar a vacinação contra o HPV e para garantir que aqueles que tomaram a primeira dose já atualizem o cartão com a segunda. Realizamos a ação no início do ano e agora estamos voltando às escolas por ser uma ação essencial para manutenção da saúde dos jovens”, disse.

Da atividade realizada no início do ano, 5.293 adolescentes foram imunizados e 5.193 estavam com as doses em dia. No entanto, 14.822 não levaram o cartão para que as equipes verificassem a situação vacinal. Por isso, a coordenadora reforça a importância dos pais se conscientizarem e encaminharem o documento no dia que a equipe de imunização estiver na escola. “Sem o cartão não é possível aplicar a vacina. As enfermeiras precisam observar quais doses foram ministradas anteriormente, inclusive as relacionadas ao combate de outras doenças. Adianto que as escolas enviarão comunicados a todos os pais e responsáveis, reforçando a data de visita da nossa equipe”, acrescentou a coordenadora.

Notícias Relacionadas »
Comentários »