25/08/2017 às 17h24min - Atualizada em 25/08/2017 às 17h24min

Projeto exibe filme do jovem cineasta paranaense Arthur Tuoto

DA REDAÇÃO
“Não me fale sobre recomeços” tem sessão às 20h / Foto: Divulgação

O documentário escolhido para o projeto Cineclube Cultura deste sábado é de um jovem cineasta paranaense, Arthur Tuoto, e valoriza as produções nacionais em uma seleção que também prestigia filmes consagrados. O equilíbrio entre as produções exibidas é um dos pontos fortes do projeto. 

O filme é “Não me fale sobre recomeços” que ganhou notoriedade no ano passado após ser exibido em algumas das principais mostras de cinema no país, como o 49º Festival de Brasília. O longa tem a característica de ser diferente de todos os tradicionais trabalhos audiovisuais mais conhecidos. Não há atores em cena, apenas uma narração coberta por um compilado de imagens vindas de diversas fontes, misturadas com discursos em diferentes línguas e trilha sonora. O filme é um derivado. Ou seja, as cenas não foram feitas pelo cineasta.

A narrativa propõe uma discussão sobre o presente, a partir da estratégia de manipular arquivos heterogêneos que se acumulam nos bancos de dados audiovisuais, como cinema, televisão, jogos de videogame e outros registros de manifestações pelo mundo afora. Todas as cenas e sons são utilizados para provocar uma reflexão sobre a violência e o próprio estado da imagem no mundo contemporâneo. A produção tem sido elogiada como uma verdadeira aula sobre história e cultura. Tuoto nasceu em Curitiba e tem 31 anos.

O Cineclube Cultura exibe “Não me fale sobre recomeços” amanhã, às 20h, na Casa da Cultura (praça Coronel Carneiro, 89, Fundinho), com entrada franca. A classificação indicativa é de 14 anos e o filme tem 70 minutos de duração.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »