10/10/2020 às 08h00min - Atualizada em 10/10/2020 às 08h00min

Empresas são o principal alvo de ciberataques na América Latina

PAULO SANT'ANNA
De acordo com o Panorama de Ameaças na América Latina disponibilizado pela Kaspersky, empresa internacional de cibersegurança, 20,5 milhões de ameaças pessoas físicas foram bloqueadas neste ano, enquanto houve 37,2 milhões de tentativas de ataques contra organizações, ou seja, dois em cada três tentativas de invasão. Esses dados levam em consideração os 30 tipos de ameaças mais comuns na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México e Peru, no período de janeiro a setembro de 2020.  

No que se refere à pessoa física, o Brasil está posicionado na liderança como pais que mais sofreu ataques, com 56% e em seguida, aparecem México (28%), Colômbia (7,3%), Peru (5,4%), Argentina (1,9%) e Chile (1,6%). O estudo mostra um cenário interessante em que considerando o coeficiente de risco de cada país, que é a proporção do total de ataques sobre o total de alvos atacados, o cidadão argentino é o que tem mais probabilidade de sofrer um ciberataque.


Com relação ao mercado corporativo, o Brasil também é o líder, concentrando 56% dos ataques na região, seguido por México (23%), Colômbia (10%), Peru (4,2%), Chile (3,2%) e Argentina (3,2%). Ao considerar o coeficiente de risco, Argentina e México aparecem na frente com o Brasil aparecendo na terceira colocação entre os países com maior possibilidade de uma empresa sofrer um ciberataque e o Peru sendo o país onde as empresas correm menor risco de ataque.

Obviamente devemos considerar que a incidência de ataques cresceu demasiadamente devido à pandemia, pois com o trabalho remoto, muitos servidores, sistemas e recursos das empresas passaram a estar disponíveis na internet, e em muitos casos sem o devido cuidado no que se relaciona à segurança da informação.

Também foram considerados no estudo os ataques destinados às plataformas móveis, que como já sabemos e inclusive abordamos aqui na coluna, muitas das vezes o smartphone é o principal meio de acesso à internet de algumas pessoas, deixando de lado PCs e Notebooks. O Brasil novamente concentra a maior parte dos ataques, com 63%, em seguida o México (24,7%), Colômbia (4,2%), Peru (3%), Chile (2,5%) e Argentina (2,4%).  Com relação ao coeficiente de risco, os brasileiros são os que apresentam a maior possibilidade de serem vítimas de um ciberataque em smartphones.

Esse interessante estudo disponível para acesso em https://kas.pr/dmitry_klsec20.

BGS Day acontece hoje e amanhã
Como neste ano não teremos a edição presencial da Brasil Game Show (BGS), que é a maior feira de games da América Latina e uma das maiores do mundo em público e área, os organizadores prepararam uma Superlive que ocorrerá hoje e amanhã e contará com as participações internacionais de Alexey  Pajitnov, criador do jogo Tetris, Nolan Bushnell, criador do Atari; John Romero, diretor  de Doom e Quake, e Shawn Darnell “Solo” Fonteno, o Franklin de GTA V. Evento digital ainda terá a participação do influenciador Gelli Clash, de dubladores da Marvel no Momento SAGA e o BGS Cosplay Outback, além de muitos games, anúncios e descontos exclusivos.

Promoções e ofertas serão anunciadas nos canais oficiais da Brasil Game Show antes, durante e depois do evento digital. Empresas como Logitech, Razer, Redragon, Warrior, Western Digital, AMD, GamDias, Panini, OEX, Rank 1 e SAGA oferecerão descontos de até 35%.

Ainda no evento será aberta a contagem regressiva para a 13ª edição da feira e serão revelados alguns dos nomes já confirmados para a próxima edição presencial da BGS que será em outubro de 2021.

Para saber mais sobre o evento acessem https://www.brasilgameshow.com.br/bgs-day/
Mais informações do BGS Day estão disponíveis em: https://www.brasilgameshow.com.br/bgs-day/


Aberta a Pré-venda da Revista independente “Muito Além dos Videogames” 
Para quem curte literatura retrogamer temos mais uma opção. Está aberta a pré-venda da revista independente "Muito Além dos Videogames" que terá em sua primeira edição 30 páginas com matérias incríveis como a de capa sobre o segundo jogo das Tartarugas Ninja para o console NES 8 Bits. Quem quiser apoiar o projeto e comprar a revista pode entrar em contato com o idealizador e autor,  Luiz Miguel Gianeli (https://www.instagram.com/muitoalemdosvideogames/). A edição digital da revista será disponibilizada gratuitamente assim que a impressa estiver disponível. Gosta de games antigos? Então vamos prestigiar essa bela iniciativa.

Até a próxima coluna!
 
 
*Este conteúdo é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.
 
Relacionadas »
Comentários »