17/06/2020 às 17h54min - Atualizada em 17/06/2020 às 17h54min

Por que a criação de uma Guarda Civil Municipal seria bom para Uberlândia?

Cabo Pedro Henrique Franco, bacharel em Ciências Sociais
A criação de uma Guarda Civil Municipal (GCM) em Uberlândia seria um grande avanço em Segurança Pública para os uberlandenses. Apesar da Polícia Militar de Minas Gerais já desempenhar um bom trabalho em prol da Segurança Pública na cidade, o funcionamento de uma Guarda Civil Municipal diminuirá enormemente os índices de criminalidade no município.

Essas reduções dos índices de criminalidade ocorrerão porque uma Guarda Civil Municipal em nosso Município possibilitará articular e apoiar as ações da Segurança Pública nos limites territoriais do município de Uberlândia, visando a segurança dos cidadãos e do patrimônio público, auxiliando e colaborando com a Polícia Militar, Civil e Federal, na preservação da ordem pública e garantindo assistência e socorro à população em parceria com o Corpo de Bombeiros e Defesa Civil.

Utilizando-se do Poder de Polícia delegado pelo Município, através de leis complementares fundamentadas no Artigo 144, inciso IV, parágrafo 8ª, da Constituição Federal, o qual, respectivamente, garante à Guarda Civil Municipal: executar a Segurança Pública Urbana; exercer a proteção da vida e da segurança de funcionários e usuários do Município, e vigilância dos bens, serviços e instalações públicas; auxiliar e colaborar com a Polícia Militar, Civil e Federal, na preservação da ordem pública; prestar assistência e socorro à população em parceria com o   Corpo de Bombeiros Militar e Defesa Civil; apoiar os serviços da Prefeitura; atuar de forma Preventiva e Comunitária; e desenvolver suas atividades no campo Administrativo e Operacional, ter porte de arma de fogo, usar farda e insígnias.

Além do mais, o projeto de uma Guarda Civil Municipal permite, para seu devido fim, captar o repasse do Fundo Nacional de Segurança Pública para bancar seus custos operacionais e administrativos, como estrutura, veículos, uniformes e demais materiais devidos para sua subsistência.



Esta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.


 
Relacionadas »
Comentários »