26/01/2020 às 08h45min - Atualizada em 26/05/2020 às 16h45min

Executando o Windows no Mac

PAULO SANT'ANNA
Todos sabemos que o Windows é o sistema operacional mais utilizado no mundo em computadores e notebooks pessoais, então obviamente os usuários estão acostumados a trabalhar e utilizar softwares desenvolvidos para esta plataforma. Mas digamos que você compre um computador iMac ou um notebook MacBook, ambos da Apple e que executam o sistema operacional Mac Os. Como fazer para executar os programas para Windows aos quais você está acostumado a utilizar?

O primeiro passo obviamente é verificar se existem versões dos softwares para Mac. Atualmente, muitos dos programas mais utilizados para Windows possuem versão para Mac como os pacotes de escritório Microsoft Office e Libre Office, o AutoCad utilizado para desenhos técnicos, os aplicativos da Adobe, como o editor de imagens Photoshop, o Skype para comunicação, entre muitos outros. Então pesquise para identificar se existem versões ou similares dos softwares que precisa para Mac.

Porém, sempre vão existir os casos específicos, como algum programa legado que só funciona no Windows, ou algum portal antigo que só abre no navegador Internet Explorer, apenas para citar duas situações. Como devemos proceder nesses casos? É possível resolver?

Sim! Existem softwares que possibilitam a instalação do Windows dentro de um Mac OS, proporcionando a possibilidade de execução nativa de softwares, aplicativos e websites, inclusive jogos.

O procedimento consiste em instalar uma máquina virtual com o sistema operacional Windows dentro do equipamento com Mac OS. Temos três boas opções de software para realizar esta tarefa.
 
- Parallels -
https://www.parallels.com/br/
A opção mais utilizada e conhecida no mercado até por ter sido o pioneiro neste segmento. Simples de configurar, fácil de usar, apesar de possuir bastante recursos de configuração e customização. A sua licença de uso custa 80 dólares.
 
- VMWare Fusion -
https://www.vmware.com/products/fusion.html
Desenvolvido pela gigante VMWare, líder global no segmento de virtualização de servidores, também é uma excelente opção, principalmente pela otimização e performance na execução das tarefas no Windows Virtual. A licença de uso também custa 80 dólares.
 
- Virtual Box -
https://www.virtualbox.org/
Mantido pela Oracle, outra gigante no mundo dos softwares, o Virtual Box também possibilita a criação de máquinas virtuais com Windows, mas sem a mesma integração e interação com o Mac OS que o Parallels e o VMWare Fusion proporcionam, como por exemplo, ter um ícone de um aplicativo do Windows na Doc ou na área de trabalho do Mac OS, ou até mesmo salvar um arquivo criado no Windows, diretamente no Mac.  O suporte a gráficos 3D e jogos também não são bons. Apesar de mais simples, pode ser uma solução aceitável em muitas ocasiões. A boa notícia é que o Virtual Box é distribuído de forma gratuita.
 
Todas as opções citadas aqui são recomendáveis, no caso das pagas, e podem e devem ser testadas antes de se fazer uma aquisição, porém vale citar quanto a necessidade de se ter uma licença de Windows válida para a instalação na máquina virtual que será criada. Também não deixe de verificar nos manuais dos softwares se o seu Mac possui os requisitos e a capacidade necessária para execução pois existe consumo de memória, processamento e disco apesar de você estar executando o Windows em um “PC Virtual”, portanto atenção quanto a isso, pois o que seria uma solução pode se tornar um problema deixando o seu equipamento com uma performance ruim.

Até o próximo domingo!
 
 

O conteúdo desta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia. 
 


 
Relacionadas »
Comentários »