23/05/2020 às 10h23min - Atualizada em 23/05/2020 às 10h23min

Tecnologia permitirá monitorar Covid-19 via celular

PAULO SANT'ANNA
O mundo pós-pandemia será bem diferente do que conhecemos. Durante este período inesperado e inusitado, estamos reaprendendo a refazer as relações, parcerias sendo feitas envolvidas por um movimento crescente de solidariedade e de certa forma até mesmo sobrevivência.

Dentro desse contexto das novas parcerias, Apple e Google anunciaram, na última quarta-feira (20), uma parceria histórica que visa apoiar governos de todo o mundo no monitoramento da Covid-19. Foi desenvolvida uma Interface de programação de aplicações (API), chamada de Notificação de Exposição, presente nos sistemas iOS 13.5 da Apple para telefones iPhone e no Google Play Services para celulares com sistema Android.

Importante citar que a Apple e a Google não estão disponibilizando um aplicativo e sim uma tecnologia, um conjunto de rotinas e padrões, inclusas nesta API, que vai possibilitar que os governos possam desenvolver aplicativos para informar as pessoas que tiveram contato com outras pessoas que já foram, em algum momento, diagnosticadas com Covid-19. Basicamente o usuário precisará autorizar a divulgação dessa informação no aplicativo que venha a ser desenvolvido utilizando essa API, que será repassada via Bluetooth para celulares que estejam próximos.

A API de Notificação de Exposição utiliza o método de contact tracing (rastreamento de contato). O usuário decidirá se quer ou não participar da notificação de exposição e sendo diagnosticado com Covid-19, optará por informar no aplicativo. Aqueles que aceitarem, receberão o aviso de notificação, mas a identidade não será revelada por motivos de manutenção da privacidade.

Ainda existem pontos a serem definidos para adoção por cada país, até pela legislação distinta de cada um, principalmente no que se refere à privacidade e consentimento do usuário quanto ao compartilhamento de informações no aplicativo.

Segundo as empresas, 22 nações (Brasil não está incluído nesta primeira leva) de 5 continentes já fizeram a requisição de acesso à nova API e já receberam o acesso à tecnologia. Teremos novidades nas próximas semanas.
 
Até a próxima coluna!



Esta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.



 
Relacionadas »
Comentários »