28/09/2019 às 14h00min - Atualizada em 28/09/2019 às 14h00min

O que fazer com seu computador ou notebook antigo – Parte 1

PAULO SANT'ANNA

Quem não tem um computador ou notebook em casa acumulando poeira? Eu me arrisco que uma boa parte dos leitores desta coluna tem pelo menos um equipamento nessas condições. Muitas vezes até funcionam, mas não são mais utilizados porque não mais atendem às necessidades e foram substituídos por um equipamento mais moderno, com recursos mais aprimorados, ou possuem uma pequena avaria e por falta de conhecimento/orientação acaba sendo inutilizado e guardado, sendo esquecido em pouco tempo.

Se não acontece com alguns de vocês, com certeza vocês conhecem alguém que se encaixe no cenário descrito acima. Pois bem, eu vou passar algumas dicas para que esses computadores/notebooks, digamos antigos e obsoletos passem a ser úteis para outras pessoas sendo repassados através de uma doação ou até mesmo, quem sabe, ter um retorno financeiro, mesmo que pequeno, através de uma possível venda. Existem grandes chances desse equipamento que hoje não é mais utilizado de ser útil para outras pessoas. Tarefas básicas como editar um texto, criar uma planilha financeira ou fazer uma apresentação básica, podem ser feitos com um computador ou notebook antigo.

Atualmente, temos uma necessidade grande com relação ao acesso à internet. Por exemplo, para matricular o filho em uma escola pública ou agendar a solicitação de visto para entrada em outro país é necessário um computador ou notebook para preencher os enormes formulários que via celular acaba sendo uma experiência complicada para o usuário. Neste tipo de cenário, de utilização básica, esses equipamentos obsoletos se encaixam bem.
 
Primeiro passo é verificar o estado do equipamento
Antes de tomar qualquer ação é necessário saber qual o real estado do computador ou notebook. Portanto, ligue o aparelho e procure identificar se está funcionando, mesmo que com um sistema antigo, e se está em bom estado. Muitas vezes um upgrade de componentes como, por exemplo, adicionar mais memória RAM, ou trocar um disco HD por um SSD, pode dar uma sobrevida ao equipamento, em alguns casos, se torna uma nova máquina. Você deve avaliar se vale a pena esse possível upgrade levando em consideração se o equipamento será utilizado para uso próprio, se será doado ou vendido.

Mesmo que o equipamento esteja avariado pode valer a pena anunciar para venda, pois muitos técnicos e assistências compram computadores ou notebooks para aproveitar as peças e a carcaça. Por isso é importante saber o estado.
 
Faça o backup dos dados
Depois de saber o real estado do computador ou notebook em questão, o passo seguinte é realizar um backup dos dados que estão armazenados nele. Como fazer isso? Copie os seus arquivos para um pen drive, um HD externo ou um serviço de nuvem como, por exemplo, One Drive, Google Drive ou Dropbox. Após isso, apague os dados do equipamento. Eu recomendo inclusive uma formatação/restauração de fábrica para que seja repassado sem qualquer informação anterior.
 
Instale o Linux
Muitas vezes o computador/notebook foi deixado de lado por estar com um sistema Windows antigo instalado e que não tem mais um desempenho satisfatório, fazendo com que as atividades costumeiras sejam morosas e lentas. Novamente, cabe uma análise, mas em certas ocasiões instalar um sistema mais leve, que não tenha tanto consumo do hardware, pode ser a solução para recuperar um equipamento desativado. Existem distribuições Linux bastante performáticas, voltadas inclusive para computadores mais fracos como Lubuntu, Xubuntu, Gentoo, Arch entre outras.
Caso não se sinta confortável para realizar as ações acima, procure um profissional de confiança para auxiliar nas atividades. Continuaremos com este assunto...
 
Até o próximo domingo!

*O conteúdo desta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.

Relacionadas »
Comentários »