18/05/2022 às 11h45min - Atualizada em 18/05/2022 às 11h45min

Uberlândia tem 1.442 casos confirmados de dengue, aponta SMS

Cidade registrou uma morte pela doença neste ano e tem duas notificações de chikungunya já confirmadas; casos prováveis passam de 2 mil, segundo Estado

SÍLVIO AZEVEDO I DIÁRIO DE UBERLÂNDIA
Município tem 2.065 casos sendo investigados, segundo boletim do Estado I Foto: AGÊNCIA BRASIL
A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) confirmou, nesta terça-feira (17), que Uberlândia tem 1.442 casos confirmados de dengue. O número é referente ao ano de 2022 e foi repassado pelo coordenador do Programa de Controle da Dengue, José Humberto Arruda, em entrevista ao Diário de Uberlândia. De acordo com o boletim epidemiológico emitido pelo Estado nesta quarta (18), a cidade tem 2.065 notificações prováveis pela doença. 
 
Na última semana, Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) confirmou um óbito pela enfermidade no município. Conforme explicou o coordenador da Zoonose, o caso ainda passa por análise laboratorial e segue como suspeito. Segundo José Humberto, o aumento de notificações pode estar relacionado à circulação de uma nova cepa do vírus. “Quando você tem a circulação de uma cepa diferente para qual a população não foi exposta, não tem resistência. É o que eu acho que está acontecendo em Goiás, Tocantins e talvez até em Uberlândia”, explicou.
 
O coordenador do programa também falou sobre a cidade fazer cruzamento com Goiânia e São Paulo, onde estão sendo registrados vários casos da enfermidade. “Uberlândia foi surpreendida no começo de abril. Como estamos entre Goiânia e São Paulo, cidades que inflamaram muito rápido no número de casos, e como somos cidade polo, com cruzamento de rodovias, a doença acaba migrando para cá”, complementou Arruda.
 
Ainda de acordo com o especialista, entre as regiões de Uberlândia com mais casos da enfermidade está a zona oeste, que teve um aumento considerável no número de notificações confirmadas. Em razão disso, ações estão sendo realizadas para tentar controlar a proliferação do mosquito Aedes aegypti.
 
O veículo fumacê passou por pelo menos 113.150 mil imóveis nos últimos dias. Conforme dito por Arruda, ao todo, são mais de 670 mil ações do Município, entre visitas a ferros-velhos, borracharias, recolhimento de pneus, limpeza de terrenos baldios, entre outros.
 
“Temos nove veículos fumacê circulando. Isso faz uma grande diferença, porque ele consegue abater o mosquito que está levando o vírus. Não é preventivo e nem reduz a infestação de forma preventiva. Mas no momento que você sabe que tem uma pessoa que está com dengue e todo mosquito que ela infectou, pode-se abater. Isso impede o repasse da doença”, disse Arruda.

Outra intervenção realizada pela Prefeitura é o rastreamento de casas que possam estar com focos do mosquito. “Quando uma pessoa contrai a doença, fazemos uma relação com a quantidade de imóveis em torno do paciente Feito isso, utilizamos uma máquina de fumacê costal para pegar o mosquito que pode estar infectado na região”, explicou Arruda.
 
CHIKUNGUNYA
José Humberto Arruda informou ainda que, até o momento, Uberlândia tem dois casos confirmados de chikungunya. “Estamos atentos com esse aumento da Zika e Chikungunya no Brasil. É reflexo de tudo, uma vigilância muito alta”, finalizou.
 

• Compartilhe esta notícia no WhatsApp
• Compartilhe esta notícia no Telegram

ESTADO
Nesta quarta (18), a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) divulgou um novo boletim epidemiológico informando que Uberlândia tem 2.065 casos prováveis de dengue. O município tem ainda seis casos prováveis de chikungunya. Até o momento, não há notificações de zika na cidade.
 
Em todo o território estadual, até o dia 17 de maio, foram registrados 64.200 casos prováveis de dengue. Desse total, 27.711 foram confirmados para a doença.
 
Em relação à febre chikungunya, foram registrados 5.585 casos prováveis da doença em Minas Gerais, dos quais 2.407 foram confirmados. Quanto ao vírus zika, foram registrados 65 casos prováveis no estado, sendo 11 confirmados.

VEJA TAMBÉM:
 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »