27/01/2022 às 17h00min - Atualizada em 27/01/2022 às 17h00min

Funerária é denunciada após trocar corpos durante sepultamento em Uberlândia

Denunciante constatou que o familiar havia ficado na funerária enquanto outra pessoa havia sido encaminhada para o cemitério

DA REDAÇÃO

A Polícia Militar (PM) registrou, nesta quarta-feira (26), um boletim de ocorrência em desfavor da funerária Paz Universal de Uberlândia após o estabelecimento fazer uma troca de corpos durante o preparatório para um sepultamento, que foi realizado no cemitério Campo do Bom Pastor. 

 

Conforme consta na ocorrência, a denunciante contratou o serviço funerário na última segunda-feira (24) após o falecimento da mãe, que estava em tratamento da covid-19 em uma unidade pública de saúde. Conforme o relato, antes de o corpo ser liberado à funerária, a filha reconheceu o corpo ainda no hospital.

 

O acordo feito com a funerária era que o sepultamento acontecesse na tarde do dia seguinte no Cemitério Campo do Bom Pastor. Na terça-feira (25), os familiares realizaram a cerimônia de sepultamento, mas não conseguiram ver o corpo, uma vez que o caixão precisou ser lacrado em razão da covid-19.

 

Na noite do dia 25, por meio de grupos de redes sociais, a filha ficou sabendo que no cemitério havia acontecido um erro em um dos sepultamentos. Desconfiada da situação, ela decidiu procurar a Paz Universal, que confirmou a troca do caixão da mãe por outra pessoa falecida.

 

Diante da situação, a cliente solicitou um reconhecimento do corpo e confirmou que a mãe ainda estava na funerária. Ela informou ainda que a outra pessoa enterrada no jazigo da família era do sexo masculino. Os policiais militares se deslocaram até a funerária e conversaram com um atendente do local. O funcionário relatou que ocorreu um erro operacional, pois os caixões eram muito semelhantes e, ao efetuar o transporte até o cemitério, a troca foi feita acidentalmente. Disse também aos policiais que a funerária aguarda uma autorização judicial para informar à solicitante quais providências deverão ser adotadas.

 

O Diário de Uberlândia entrou em contato com a Paz Universal que informou que irá apurar o caso para entender o que aconteceu. A reportagem também fez contato com a Prefeitura de Uberlândia para saber se o Município está a par da situação envolvendo o Cemitério Bom Pastor e aguarda retorno. 

VEJA TAMBÉM:

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »