11/09/2020 às 15h01min - Atualizada em 11/09/2020 às 15h01min

Bebê abandonado em Uberlândia já está com família candidata à adoção

Recém-nascido foi encontrado no fim de agosto dentro de uma sacola plástica próximo ao bairro Shopping Park

DHIEGO BORGES
Bebê do sexo masculino foi encontrado por um pedestre que caminhava pelo local | Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

O recém-nascido que foi resgatado no dia 24 agosto às margens do Anel Viário Sul, em Uberlândia, recebeu alta hospitalar e está há aproximadamente duas semanas sob a guarda temporária de um casal inscrito no Sistema Nacional de Adoção (SNA). 

De acordo com o juiz
 da Vara da Infância e Juventude, José Roberto Poiani, a família que está cuidando do bebê poderá entrar com um processo de adoção após o fim do prazo estabelecido pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, contado a partir da data da localização do recém-nascido. 

O menino seria encaminhado, anteriormente, ao programa Família Acolhedora para ficar em um lar temporário até que se decidisse sobre a situação. O Judiciário, no entanto, verificou que a possibilidade de a criança ser procurada pela família biológica é mínima e por isso ela foi inserida diretamente no SNA, sendo acionada a primeira família da fila de adoção. 

Segundo o magistrado, a medida também ocorreu considerando os interesses do bebê, com o intuito de minimizar o sofrimento com o mínimo possível de rupturas. “Se a família procurar, vamos ter que saber quem, se o pai, ou a mãe, ou avós. Temos que saber as razões desse abandono, porque abandonar um filho também é motivo de destituição familiar. Então considerando a baixa probabilidade de alguém procurar pela criança e uma vez procurando as poucas chances de ela ser entregue à família, já adiantamos esse expediente de encaminhar para o casal que poderá ser quem vai adotar a criança”, explicou José Roberto.


Caso nenhum membro da família consanguínea procure pela criança até o dia 24 de setembro, os candidatos à adoção terão 15 dias para entrar com o processo e passar pelo estágio de adaptação, que pode durar até três meses. 

 
RELEMBRE O CASO
O bebê do sexo masculino foi encontrado no fim de agosto próximo ao bairro Shopping Park em Uberlândia. O recém-nascido foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros e estava dentro de uma sacola plástica ainda com o cordão umbilical.

De acordo com a Polícia Militar (PM), a criança foi encontrada por um pedestre que caminhava pelo local. A testemunha pediu o auxílio de alguns moradores da região para acionar o socorro. Uma equipe do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) prestou os primeiros socorros e estabilizou os sinais vitais. Em seguida, o recém-nascido foi encaminhado ao Pronto-Socorro da Universidade Federal de Uberlândia (PS-UFU).

Ainda não há informações sobre quem abandonou o bebê e as motivações. A família biológica também não foi encontrada. A Polícia Civil já abriu inquérito para investigar o caso e encontrar os responsáveis pelo crime de abandono de incapaz.


VEJA TAMBÉM:

Professor de Uberlândia condenado por estuprar a filha segue em liberdade


Funcionário é prensado por máquina durante trabalho em Uberlândia


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »