22/08/2020 às 09h34min - Atualizada em 22/08/2020 às 09h34min

Covid-19: número de casos é maior após adesão ao Minas Consciente

Levantamento do Diário aponta média de aproximadamente 246 contaminados diariamente nos últimos 12 dias

DA REDAÇÃO

Desde a adesão efetiva ao Minas Consciente, o número de casos confirmados do novo coronavírus teve um aumento na média diária em Uberlândia. Segundo levantamento do Diário, o índice médio de pessoas infectadas diariamente na cidade nos últimos 12 dias é de aproximadamente 246, mais do que o registrado nos 12 dias que antecederam o enquadramento no programa estadual, que foi pouco mais de 205.

No dia 29 de julho, o município tinha 12.453 casos confirmados da Covid-19. No dia 9 de agosto, a cidade chegou ao total de 14.821 notificações, um aumento de mais de 2,3 mil notificações da doença. O aumento foi ainda maior quando analisado entre os dias 10 e 21 de agosto, data em que começaram a valer as regras do programa estadual em Uberlândia e do último boletim epidemiológico divulgado, respectivamente.

No dia 10, a cidade contabilizou 14.913 casos acumulados. De acordo com o boletim da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) desta sexta-feira (21), o número de pessoas infectadas chegou a 17.778, resultando em 2.865 contaminados a mais, um aumento percentual de 19,2% no total.

ÓBITOS E UTI
Durante o período analisado pela reportagem, o número de óbitos aumentou após o enquadramento ao Minas Consciente. Entre 29 de julho e 9 de agosto, foram 48 óbitos em decorrência da Covid-19, uma média de quatro vítimas por dia. Por outro lado, desde o dia 10, já foram 68 mortes contabilizadas em decorrência do vírus.

Como consequência no aumento no número de casos, o índice de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na rede municipal também aumentou nos últimos dias. Se a taxa média de ocupação nos 12 dias anteriores ao enquadramento no programa Minas Consciente era de 79%, o número aumentou para 86% após a adesão. Nesta sexta, por exemplo, a rede estava com 94% dos leitos ocupados, algo que não ocorria desde 27 de julho. O menor índice registado nos últimos 24 dias foi no dia 2 de agosto, quando 73% dos leitos estavam ocupados.
 
ISOLAMENTO SOCIAL
O prefeito Odelmo Leão publicou, na última quinta (20), uma imagem exibindo o índice de isolamento social em Uberlândia desde o dia 30 de julho. O quadro mostra que o pico da taxa foi de 44,3% no início de agosto, enquanto que o menor índice registrado foi de 36,2%, ainda na primeira semana do mês. A média de isolamento social apresentada nas últimas três semanas é de aproximadamente 37,9%.

Durante todo o período exibido, a cidade não chegou aos 50% de isolamento social, taxa que é defendida pela Organização Mundial de Saúde (OMS). “Nossos números são quase os mesmos de antes de tudo isso começar e todos os esforços, buscando equilíbrio entre saúde e economia, podem ser em vão”, disse em suas redes sociais.

Em junho deste ano, a Prefeitura também havia divulgado os índices de isolamento social em Uberlândia. Na época, a média apresentada foi de aproximadamente 39%, sendo que o pico havia ocorrido durante o feriado de Tiradentes, em 21 de abril, com 54,6%.


VEJA TAMBÉM:

Nas últimas 24 horas, Uberlândia contabiliza mais 395 casos de Covid-19


Frente fria se aproxima e termômetros podem marcar 13ºC em Uberlândia

 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »