19/08/2020 às 17h40min - Atualizada em 19/08/2020 às 17h40min

Sindicato da Construção Civil cria projeto para proporcionar plantio de árvores em Uberlândia

Instituição está convocando empresas para participarem da iniciativa junto à Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Urbanos

BRUNA MERLIN
O Sindicato da Indústria da Construção Civil do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba (Sinduscon-TAP) está convocando empresas de Uberlândia a participarem de um projeto que visa ressaltar a importância do meio ambiente. O “Semente de Minas” busca estimular construtoras, incorporadoras, loteadoras e afins a plantarem mudas de árvores em diversos pontos cidade.

Segundo o presidente do Sinduscon-TAP e idealizador do programa, Efthymios Panayotes Emmanuel Tsatsakis, o projeto foi idealizado há mais de um ano e saiu do papel nos últimos meses. A ideia é realizar ações que devolvam aquilo que a área da construção civil tira da natureza.

“O setor utiliza muitos itens que vêm da natureza como madeira e pedras. E esse consumo é intenso já que são muitos materiais utilizados para uma construção. Sendo assim, entendemos que devemos compensar essa retirada de recursos naturais e fornecer meios para continuar cuidando do meio ambiente”, explicou.

O projeto funciona em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Urbanos. O Sindicato é o responsável por intermediar o contato com a Prefeitura de Uberlândia já que é ela quem irá doar as mudas, através do Horto Municipal, e estabelecer as áreas que devem receber o cultivo.

Com as plantas em mãos e após a escolha do local ideal, as empresas participantes já podem realizar o plantio. Além disso, as organizações são responsáveis por cuidar das árvores que plantaram por um período de dois anos. 

“O ideal é que as interessadas plantem ao menos uma muda de árvore por unidade vendida ou por funcionário. Assim, teremos um número maior de adesão e poderemos ajudar diversas áreas da cidade”, complementou Panayotes.

A empresa de gerenciamento de resíduos e reciclagem de materiais da construção civil, JB Entulhos já firmou o contrato para participar do projeto. Agora, basta esperar as orientações do Município para começar o plantio. 

“É uma iniciativa muito interessante para o engajamento das empresas com os funcionários, clientes e principalmente com o meio ambiente. Nós como organizações devemos ser exemplos e espalhar essa atitude para outras também”, frisou a proprietária da JB Entulhos, Cristina de Oliveira Gonçalves.

INÍCIO DO PLANTIO
De acordo com o presidente do Sinduscon TAP, Efthymios Panayotes, a expectativa é de que os plantios comecem a ser realizados entre setembro e outubro, período em que as chuvas voltam a acontecer na cidade. Até lá, o idealizador espera alcançar mais empresas para participar do projeto.

“É o tempo para que tudo seja organizado de forma correta tanto na parte do sindicato quanto na parte da Prefeitura. Esperamos divulgar mais o projeto também e chegar ao máximo de empresas possível”, acrescentou. 

Outra expectativa é que o programa chegue a outros setores da indústria e comércio. O Sinduscon pretende incentivar outros sindicatos da cidade a aderirem à ideia e aumentar o número de organizações apoiadoras que lutam pela revitalização do meio ambiente. 

“Não queremos estabelecer esse propósito somente à área da construção civil. É necessário que todos os setores pratiquem atividades ecológicas e espalhem a cultura de cuidados com a natureza”, concluiu. 


VEJA TAMBÉM:

Justiça determina suspensão de novos contratos a associações de proteção veicular em Uberlândia


Uberlândia registra 172 novas notificações e ultrapassa 17 mil casos da Covid-19



 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »