15/08/2020 às 08h10min - Atualizada em 15/08/2020 às 08h10min

Empresa promove feira agropecuária virtual em Uberlândia

FarmingShow contará com palestras e debates online voltados para o agronegócio

DHIEGO BORGES
Área de plantio da Algar Farming em Uberlândia | Foto: Officina de Criação
A pandemia atingiu a maioria dos setores da economia, mas o agronegócio foi um dos poucos segmentos que conseguiu não apenas manter as atividades, mas também obter bons resultados. Segundo o Ministério da Agricultura, o PIB do setor deve crescer 2,5% neste ano.

Apesar disso, os eventos do segmento sofreram forte impacto e muitos tiveram que ser cancelados. Sem a possibilidade de manter o formato de um evento previsto para abril, a Algar Farming, em Uberlândia, decidiu investir em uma feira virtual para levar conhecimento aos produtores rurais, gratuitamente e online.

A FarmingShow, que estava programada para acontecer de forma presencial, precisou ser readaptada para o formato digital. O evento será realizado em 19, 20 e 21 de agosto, com transmissão ao vivo pelo YouTube. Na programação estão previstas palestras e debates com especialistas do mercado sobre diversos temas do agronegócio, além de expositores e fornecedores de insumos, máquinas e tecnologias. 

Segundo o gerente de estratégia e compliance da Algar Farming, Rogério Melo, esta é a primeira edição da feira e a expectativa é de grande participação do público.

“Teremos aproximadamente 60 convidados em três dias de programação e, nessa feira em formato digital, nosso foco foi investir em oferecer conhecimento. Por isso, tentamos contemplar toda a cadeia produtiva com uma agenda bem extensa. Serão em torno de 20 painéis e a gente espera um público de mil pessoas por transmissão”, explicou.  

Entre os temas abordados estão os aspectos relacionados à pecuária, tecnologia no campo, manejo, gestão de talentos, setores financeiro e jurídico, irrigação, sustentabilidade, mulheres no campo, mercado de soja, produção de hortifruti, entre outros. Para participar, é necessário fazer um cadastro gratuito no site do evento. Ainda de acordo com o responsável pela organização, o conteúdo continuará disponível na plataforma do YouTube.  

Um dos assuntos que devem chamar a atenção dos produtores é a Gestão da Mecanização na Produção de Grãos, que será discutida no dia 20, a partir das 16h, com transmissão pelo YouTube. De acordo com o palestrante Bruno Merola, que é diretor da Maqnelson, este é um tema que precisa ser cada vez mais abordado.  

“O quanto de informação que o produtor consegue tirar do seu maquinário reflete na melhoria da gestão da sua produção, por isso vamos discutir as oportunidades que podem ser geradas. Na medida em que se investe na conexão das máquinas, o produtor consegue gerar informação que dão a ele condições para tirar inúmeras conclusões e auxiliar na tomada de decisões”, afirmou.

Ainda segundo o palestrante, apesar da pandemia, o agronegócio conseguiu ter benefícios, principalmente pela variação cambial. “Foi preciso fazer ajustes para nos adequarmos ao distanciamento, mas isso reforçou a questão da necessidade da conectividade no campo. Em relação ao aspecto econômico, a variação cambial foi muito saudável para nós, já que a pandemia entrou logo após a colheita. Isso fez com que o valor dos grãos fosse mais valorizado, aumentado a rentabilidade do produtor. Foi com certeza um impacto mais positivo do que negativo”, disse.  

De janeiro a maio, as exportações do agronegócio, principalmente de soja (grãos, farelo e óleo) e as carnes (bovina, suína e de aves), geraram US$ 41,9 bilhões, quase a metade do que o Brasil comercializou no período.


VEJA TAMBÉM:
 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »