18/02/2020 às 10h10min - Atualizada em 18/02/2020 às 10h10min

‘Comida di Buteco’ traz elementos da cozinha raiz

Evento gastronômico acontece entre abril e maio

DA REDAÇÃO
Mussa Petisqueria venceu a última edição com o prato “Trem bão uai” | Foto: Beto Oliveira
Entre os dias 10 de abril e 3 de maio, Uberlândia recebe a 21ª edição do “Comida di Buteco”, que neste ano traz o tema “Transformar vidas através da cozinha de raiz – Buteco extensão de sua casa”. A missão dos competidores será a de convencer os jurados e a população por meio do gosto do petisco e da história do prato montado exclusivamente para a competição.

A cozinha raiz permite várias combinações na gastronomia. Pratos com batatas, mandioquinha, beterraba e cenoura são algumas das opções que estarão disponíveis nos restaurantes participantes e que vão despertar a curiosidade dos uberlandenses. Os petiscos desta edição terão um preço fixado em R$ 22.

Na primeira etapa, os butecos pré-selecionados apresentam os petiscos para o público e para os jurados, que visitam, votam e elegem um campeão, avaliando quatro categorias: a comida, o atendimento, a higiene e a temperatura da bebida. O petisco leva 70% da nota e as demais categorias, 10% cada uma. A votação tem um peso dividido entre 50% dos jurados e 50% do público, e a partir daí elege-se o melhor de Uberlândia.

A segunda etapa possui um âmbito nacional. Em 2019, o Comida di Buteco ocorreu em 650 butecos espalhados por 21 cidades de todo o Brasil, incluindo Belo Horizonte, São Paulo, Salvador, Florianópolis, Porto Alegre, Curitiba, Brasília e Ribeirão Preto.

Nesta fase, uma nova comissão de jurados visita os campeões de cada município, avaliando sua performance nas mesmas quatro categorias anteriores. Cada campeão recebe três jurados e é daí que surge o melhor buteco do Brasil.

20ª EDIÇÃO
A última edição do Comida di Buteco em Uberlândia teve como vencedor o prato “Trem bão uai”, do bar Mussa Petisqueria. O petisco levou um lombo de porco empanado recheado com queijo minas, acompanhado de mandioca frita e molho de açúcar mascavo.

Já a segunda colocação ficou com o Bar do Carlinho, campeão de três edições, com o petisco “Bem Bolado”, montado com iscas de frango recheadas com queijo minas e um molho especial montado pelo restaurante.

O Recanto da Cevada faturou o 3º lugar com o petisco “Coxinha de feijoada”, que levava a comida recheada de pernil desfiado, catupiry e queijo meia cura.










 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »