14/10/2019 às 15h52min - Atualizada em 14/10/2019 às 15h52min

Avante anuncia Michele Bretas pré-candidata à Prefeitura de Uberlândia

Nome da vereadora abre oficialmente a disputa para o Executivo Municipal nas próximas eleições

VINÍCIUS LEMOS
Nome da vereadora foi oficializado durante encontro regional do Avante | Foto: Denilton Guimarães
A vereadora Michele Bretas (Avante) anunciou a pré-candidatura à Prefeitura de Uberlândia nas eleições no ano que vem. O nome dela foi apresentado durante o encontro regional do Avante que aconteceu na última sexta-feira (11) à noite no plenário da Câmara Municipal. O anúncio dá a largada à corrida eleitoral de maneira oficial, sendo a vereadora o primeiro nome até então anunciado por um partido no Município.

O encontro do Avante reuniu aproximadamente 400 pessoas, segundo a contagem da assessoria de Bretas. Além da legisladora, outros 10 pré-candidatos ao Executivo de outros municípios estiveram na cidade. Também foram reunidos nomes de possíveis candidatos a vereador em Uberlândia. A vereadora aproveitou a ocasião para conceder o título de cidadania honorária aos deputados federais do partido André Janones e Greyce Elias e ao deputado estadual Bosco.

Michele Bretas explicou à reportagem que a decisão de aceitar o convite do partido para a disputa veio depois da apresentação de pesquisas em relação ao nome dela para a candidatura. “O meu partido tem o anseio de ter muitos pré-candidatos a prefeituras, principalmente em Minas Gerais, onde é a sede nacional do partido. Uberlândia é o segundo maior colégio eleitoral do Estado e é mais do que natural o partido lançar alguém aqui. Eu só viria mediante números e fatos. Aí me apresentaram esses dados e me convenceram a aceitar o convite”, disse.

Em abril, o Diário havia adiantado o nome de Bretas como um dos possíveis candidatos à Prefeitura de Uberlândia em 2020. À época, a vereadora afirmou que não tentaria novamente uma cadeira no Legislativo municipal. Ao mesmo tempo não dava como certo seu lançamento às eleições para o Executivo local. Ela dizia que tudo dependeria de negociações e de dados concretos sobre a possibilidade de ter uma candidatura sólida, o que veio com as pesquisas qualitativa e quantitativa apresentadas pelo Avante. Os números não foram apresentados à reportagem. Sobre possíveis apoios e negociações do partido, ela informou que isso continua sendo construído.

 

Sobre o trabalho na Câmara, Michele Bretas diz que segue normalmente até dezembro de 2020. Este é o segundo mandato de Bretas como vereadora. Em 2012 foi eleita pela primeira vez pelo Partido Verde (PV), com 1.569 votos, sendo a 26ª mais votada dentre os 27 eleitos. Ela conseguiu manter a cadeira na Câmara nas eleições de 2016, dessa vez pelo Partido Social Liberal (PSL), com 3.496 votos (10ª com maior votação entre os eleitos). Em 2018 ela deixou a legenda e se filiou ao Avante. Também no ano passado, foi candidata a deputada federal, obtendo 18.587 votos e não foi eleita.
 
O partido
 O Avante é originário do Partido Trabalhista do Brasil (PTdoB). Em 2017, após 27 anos de existência mudou de nome. Com mais de 1,8 milhão de votos válidos, o Avante elegeu em 2018 sete deputados federais e 15 estaduais em nove estados brasileiros e no Distrito Federal. Minas Gerais é o estado com mais deputados federais eleitos pela legenda, sendo três representantes: o presidente nacional do partido, Luis Tibé, e os advogados André Janones e Greyce Elias. Nas assembleias legislativas, o Avante tem representantes em nove estados. Em Minas Gerais, representam a legenda os deputados Fábio Avelar e Bosco.
 






 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »