27/03/2019 às 07h30min - Atualizada em 27/03/2019 às 07h30min

Município de Uberlândia tem mais 7 mortes sob suspeita de dengue

Casos foram registrados nas UAIs, no Hospital Santa Genoveva e no HC-UFU; MP recomendou intensificação de campanha publicitária

MARIELY DALMÔNICA
Informações foram repassadas durante oitiva do prefeito Odelmo Leão ao MP | Foto: Mariely Dalmônica
O Município de Uberlândia aguarda resultado laboratorial de sete mortes que estão em investigação por suspeita de dengue. São cinco casos registrados em Unidades de Atendimento Integrado (UAIs), um no Hospital Santa Genoveva e outro no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU). A informação foi repassada nesta terça-feira (26) pelo prefeito Odelmo Leão durante oitiva com o promotor de Justiça Fernando Martins, no Ministério Público Estadual (MPE). Uma morte já foi confirmada na cidade neste ano.

A reunião, que contou ainda com a presença do secretário de Saúde Gladstone Rodrigues e da secretária de Governo e Comunicação Ana Paula Junqueira, teve como objetivo averiguar uma possível omissão da prefeitura no combate à dengue, o que foi descartado. Ao final, a Promotoria recomendou que o Município intensifique a campanha publicitária contra a dengue.

Durante a reunião, o secretário de Saúde afirmou que a dengue se tornou um problema nacional, mas reconheceu que a epidemia em Uberlândia fugiu do controle. Até ontem, segundo ele, 8.747 casos prováveis de dengue foram registrados na cidade. O Diário de Uberlândia chegou a informar, em primeira mão, que a cidade lidera o ranking de incidência da doença em municípios brasileiros com até 1 milhão de habitantes. 

Rodrigues também destacou o fato de que 85% dos criadouros estão dentro dos domicílios e que a Prefeitura trabalha com novas frentes para tentar contornar o problema. Ele citou, por exemplo, o uso de um drone que poderá colocar pastilhas em caixas d'água e piscinas, mesmo que o morador não atenda os agentes.

“No ano passado, recolhemos 225 mil pneus. Em janeiro deste ano, recolhemos 27.500, e em fevereiro cerca de 25 mil porque o mês foi mais curto”, disse. Atualmente, o Município conta com 383 agentes, destes, 100 foram contratados neste ano.

HIDRATAÇÃO
Conforme noticiou o Diário de Uberlândia, 17,8 mil pessoas com sintomas de dengue foram atendidas em toda rede municipal até o início desta semana. Para atender a demanda, Gladstone Rodrigues afirmou que a UAI do bairro Luizote improvisou uma nova sala de hidratação em um prédio vizinho. Além disso, a Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) do bairro Jardim Brasília está apoiando a UAI do bairro Roosevelt.

“As UBSFs funcionam apenas durante a semana, mas esta unidade passou a abrir todos os dias. Na próxima quarta-feira (3), as UBSFs da região sul também terão sala de hidratação e ficarão abertas nos sábados e domingos”, afirmou Gladstone.

Durante a reunião, o promotor Fernando Martins afirmou que os cidadãos devem ser alertados, principalmente no período de epidemia. “Deve haver uma intensificação de campanhas publicitárias, para informar também sobre os serviços realizados pelo Município, como o fumacê”, disse o promotor.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »