17/07/2018 às 07h55min - Atualizada em 17/07/2018 às 07h55min

França desfila em meio a multidão em Paris

FOLHAPRESS
Um dia após a vitória por 4 a 2 sobre a Croácia, em Moscou, na final da Copa do Mundo na Rússia, os campeões mundiais da França encontraram a aclamação popular em Paris nesta segunda-feira (16).
Antoine Griezmann, Kylian Mbappé e companhia desfilaram em carro aberto pelas ruas da capital francesa para festejar a conquista do bicampeonato mundial.
A carreata dos campeões cruzou pela região central de Paris, passando por concentrações de torcedores em pontos conhecidos da cidade. Cartão postal parisiense, a avenida Champs-Élysées estava lotada já quatro horas antes do desfile da delegação.

Mbapp, 19, foi o jogador mais ovacionado pelo público. Todos queriam mostrar o apoio ao jovem herói da Copa. Impressionou o número de pessoas com a camisa do atacante, visto que sua participação pela seleção começou apenas no ano passado. O atacante do Paris Saint-Germain retribuiu o carinho da torcida autografando bolas e jogando-as para os fãs. Enquanto os campeões da Copa da Rússia desfilavam pelo centro, aviões cruzavam a cidade, pintando de fumaça azul, branca e vermelha os céus da capital.

CIDADE COLAPSADA

Vários ônibus tiveram os serviços interrompidos e as linhas de metrô funcionam caoticamente ao longo desta segunda. São diversos agentes responsáveis pelo controle de entrada e saída das estações centrais, mas o acesso está beirando o impossível. As autoridades francesas e jornalistas chamam a festa de a maior da história da França. Algo sem precedentes, com mais de um milhão de pessoas nas ruas desde domingo (15).
Nesta segunda, foram mais de quatro horas de espera com as ruas ao redor do Arco do Triunfo fechadas e um grande esquema de segurança armado, com mais de 90 mil policiais e bombeiros envolvidos. Ambulâncias como posto de atendimento médico também eram facilmente notadas por todos os cantos.

Muita gente ficou espremida. Vários torcedores passando mal por desidratação, uma vez que faz, em média, 30 ºC durante o dia em Paris. As pessoas lutavam por um posto de melhor visibilidade. Geralmente sobre as bancas de jornais e os elevadores do metrô.

AEROPORTO
Mais cedo, a seleção francesa teve uma recepção grandiosa no aeroporto Roissy-Charles de Gaulle, nos arredores da capital. Um tapete vermelho foi estendido na saída dos jogadores do avião. À frente da fila, o goleiro e capitão Hugo Lloris ergueu a taça da Copa do Mundo e mostrou aos funcionários do aeroporto que organizaram a recepção. Um ônibus com a inscrição "Campeões do mundo" os esperava para levá-los pela cidade.
Jogadores como Paul Pogba mostraram muita animação. O técnico Didier Deschamps celebrava de maneira mais discreta. Com bandeiras e cânticos, os franceses comemoram bicampeonato levantado 20 anos depois do primeiro título.

Até a tripulação do voo aproveitou para festejar com os jogadores. O piloto mostrou à TV5Monde uma foto em que aparece beijando a taça, privilégio geralmente reservado apenas a campeões do mundo e chefes de Estado.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »