11/03/2018 às 05h25min - Atualizada em 11/03/2018 às 05h25min

Tecnologia a serviço da emoção

Projeção mapeada é destaque no festival “Páscoa Iluminada”, em Araxá, que ganhou novos espetáculos neste ano

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
Cenas do espetáculo que é atração em um dos mais tradicionais destinos turísticos de MG | Foto: Adreana Oliveira

A Páscoa se aproxima. No dia 1º de abril, domingo, cristãos de todo o mundo celebrarão a Ressurreição de Cristo. A história mais conhecida da humanidade tem mais de 2 mil anos e, apesar disso, ainda encanta quem a assiste e desafia quem procura novas formas para apresentá-la. Em Araxá, a cerca de 180 km de Uberlândia, esse período é marcado pelo festival “Páscoa Iluminada”, promovido pelo Tauá Hotel e Termas de Araxá – um dos principais atrativos da cidade mineira.

Com sua arquitetura imponente no estilo neoclássico, que já faz valer uma viagem, o complexo tem atraído cada vez mais turistas e incentivado a participação dos araxaenses nos espetáculos do período pascal.

Neste ano, em que o festival completa cinco anos, a programação- que inclui dois espetáculos, um baile e um teatro de cordel - teve início no dia 2 de março e segue até 8 de abril. O destaque é “Jesus: Vida, Paixão e Luz”. Apresentado pelo grupo Fratello, de Araxá, a atração ganha padrão internacional com a projeção mapeada em 2,5 mil m² da fachada do hotel. Um espetáculo que enche os olhos.

Segundo Oshin Rodrigues, gerente operacional do Tauá Grande Hotel, a expectativa é que a “Páscoa Iluminada”, que já reuniu ao todo 100 mil pessoas desde a primeira edição, seja uma atração com apelo nacional, tão conhecida quanto o tradicional Natal Luz de Gramado (RS). “Neste ano, temos espetáculos inéditos e esperamos atrair aproximadamente 30 mil pessoas até abril. Nesse período, considerado de baixa temporada, temos uma ocupação dos quartos entre 60%, durante a semana, e 100% aos finais de semana”, disse o gerente.

E não é apenas o Tauá Grande Hotel que ganha com o festival. Conforme Rodrigues, toda a cidade se movimenta neste período, inclusive com o incentivo ao público araxaense. “O movimento não é apenas no hotel, é do turismo local. O ‘Páscoa Iluminada’ fomenta o mercado de doces e queijos, de artesanato, e o setor como um todo”, afirmou.  

Outra vertente do festival é o compromisso social. Moradores de Araxá podem assistir aos espetáculos do “Páscoa Iluminada”, de segunda a quinta, trocando o ingresso por 1kg de alimento não perecível ou ração animal. Em quatro anos de evento foram arrecadadas 10 toneladas de alimentos doados pelos araxaenses.

Turistas que se hospedam no Tauá também são incentivados a contribuir com a comunidade local. Os que doam ovos de Páscoa tamanho 15 ganham gratuidade para duas crianças de até 12 anos, quando o usual é 8 anos. Os ovos são entregues para escolas e creches por funcionários do hotel.

ALÉM DA HISTÓRIA

Renovação é necessária para manter o interesse do público

Há cinco anos, o ator e diretor do grupo Fratello, Josceleno Silva, se viu diante de um desafio ao receber o convite para o festival “Páscoa Iluminada”. O grupo de Araxá, que tem quase 16 anos de estrada, tem que se renovar a cada ano para que o público se mantenha interessado e curioso com o que está por vir.  Desde os primeiros espetáculos, como “O fantástico anúncio do Rei” e “Onde está o Coelhinho?” eles estão sempre atentos ao que a plateia deseja, e a chegada desse “Jesus tecnológico” com o mapping trouxe frescor à produção, que neste ano está totalmente reformulada.

Silva interpreta Jesus no espetáculo que conta com canções originais na trilha sonora. Segundo o artista, a atração pode ser vista por pessoas de todas as idades. “Claro que terão questionamentos diferentes, mas o importante é voltarem para casa satisfeitos, emocionados e ansiosos pelo próximo ano”, disse Silva.

Para se chegar ao que o público vê projetado na fachada do Tauá Grande Hotel em Araxá é preciso muito trabalho. A tecnologia usada é o mapping, que permite a projeção em superfícies irregulares. Para tornar o espetáculo viável, o processo de renderização, necessário para a projeção, é feito em Los Angeles, nos Estados Unidos.

“No Brasil não temos equipamentos capazes de fazer isso em um tempo hábil. Trabalhamos com uma empresa que ‘renderiza’ material para grandes estúdios, como Sony e Universal”, explica Brayhan Howryliskyn, diretor da MIR, empresa de Belo Horizonte responsável pelo mapping do espetáculo “Jesus: Vida, Paixão e Luz”, acompanhado pela reportagem na última segunda-feira em Araxá.

Antes, a equipe da MIR foi até o hotel e mediu cada janela, cada coluna da fachada do prédio. Com a maquete em 3D pronta, os artistas gráficos “passeiam” pelas paredes em projeções fantásticas que mostram ao espectador cenas como a crucificação de Jesus, o anúncio da ressurreição e a última ceia de uma forma inédita e feita exclusivamente para o prédio do Tauá Grande Hotel, que tem todas as luzes apagadas durante a apresentação cujo formato é inédito no Brasil. O custo da produção gira em torno de R$ 1,5 milhão e movimenta cerca de 200 pessoas.

OUTRAS ATRAÇÕES

Às quintas-feiras, o festival “Páscoa Iluminada” apresenta “Paixão de Cristo: Um cordel no sertão”, que conta a história com um viés um pouco mais leve, relacionando a história de Jesus e o sertão nordestino. “Jesus era antes de mais nada um ser humano, e é isso que abordamos neste espetáculo”, contou Josceleno Silva.

Duas vezes por semana também é possível assistir ao musical “Do Caos ao Cosmo”, ao qual a plateia vê de uma arquibancada às margens do lago do hotel. O lago torna-se o palco para os atores e cantores. O roteirista Rafael Ski, mineiro de Juiz de Fora, conta que a principal mensagem do espetáculo é a tolerância. “Para quem conhece a história do universo, sabe que é um milagre estarmos aqui. Pesquisei muito antes de escrever ‘Do Caos ao Cosmo’ e fiquei muito orgulhoso do resultado. A proposta estética de projeção na água é algo sem igual”, afirmou Ski.

BAILE DA BEJA

Além da água e lama medicinais de Araxá, existe uma personalidade também ligada diretamente à cidade que dá todo um charme à sua história: a mineira Ana Jacinta de São José, ou Dona Beja. Mulher bela e à frente do seu tempo, deixou sua marca em toda a cidade.

Entre os espetáculos do festival “Páscoa Iluminada” sua lembrança é o que rege o “Baile da Beja”, com banda ao vivo e animação do grupo Fratello  - que leva muita música, dança e comicidade para os salões do Tauá Grande Hotel. É o momento em que os hóspedes se misturam com os artistas e celebram a vida, o que tem tudo a ver com a proposta do festival  - celebrando a vida celebra-se a luz de cada um. “Ficamos muito felizes quando percebemos as mesas vazias e a pista de dança cheia”, conta Josceleno Silva, do Fratello.

Quem quiser aproveitar essa experiência deve se apressar porque restam poucos quartos disponíveis para o período das apresentações.

SERVIÇO

O QUE: Páscoa Iluminada
ONDE: Tauá Grande Hotel Termas de Araxá (Rua Águas do Araxá - s/n Barreiro)
DISTÂNCIA DE UBERLÂNDIA: 180 KM
DIÁRIAS: a partir de R$ 868 para casal e duas crianças de até 8 anos de idade com pensão completa e acesso gratuito a todos os espetáculos da Páscoa Iluminada
INFORMAÇÕES E RESERVAS: (34) 3669-7020
 
PROGRAMAÇÃO

PÁSCOA ILUMINADA 2018: Espetáculos de segunda a sábado até dia 8 de abril

INGRESSOS: Gratuito para hóspedes e R$ 40 para não hóspedes (por atração)

SEGUNDA-FEIRA 20H: Espetáculo “Jesus: Paixão, vida e luz”
TERÇA-FEIRA 21H30: Baile da Beja
QUARTA-FEIRA 20H: Lago show: “Do caos ao cosmos”
QUINTA-FEIRA 20H: “Paixão de Cristo: Um cordel no sertão”
SEXTA-FEIRA 20H: Espetáculo “Jesus: Paixão, vida e luz”
SÁBADO: Lago Show – “Do Caos ao Cosmos” (20h) e Baile da Beja (21h)
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »