01/09/2017 às 13h22min - Atualizada em 01/09/2017 às 13h22min

Ação inédita dá água de reuso de forma gratuita

ETE produz 800 mil litros de água através de tratamento avançado

AGÊNCIA MINAS | ARAGUARI
Construção de espaço foi finalizado em 2016 em parceria com a Codemig / Foto: Codemig/Divulgação

 

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) e em parceria com a Superintendência de Água e Esgoto (SAE) de Araguari, opera a Estação de Tratamento de Efluentes (ETE) do distrito industrial do município. É lá também o local em que têm sido produzidos e disponibilizados, diariamente, 800 mil litros de água de reuso. Água esta que, inclusive, pode ser obtida gratuitamente pela população.

A água de reuso é obtida através do tratamento avançado dos esgotos e pode ser utilizada em processos que não requerem água potável, mas que exijam água sanitariamente segura. Seu aproveitamento segue a tendência mundial de preservação do meio ambiente e de uso racional dos recursos hídricos.

Na ETE Araguari, além dos processos tradicionais de tratamento, a água de reuso é purificada com cloro quando seu transporte é feito em caminhões-pipa, para garantir qualidade e segurança adicionais.

Algumas aplicações da água de reuso são: irrigação de jardins e de cultivos, geração de energia, lavagem de ruas e vias, desobstrução de tubulações, uso em diversos processos industriais, como refrigeração de equipamentos e caldeiras, construção civil, combate a incêndios em área urbana, criação de animais ou cultivo de vegetais aquáticos, manutenção dos lagos e canais para fins paisagísticos.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Araguari já vem utilizando a água de reuso da estação para umidificação do aterro sanitário da cidade e das vias de acesso. O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER-MG), por exemplo, já tem aplicado as águas em obras de pavimentação na região.

 

ETE ARAGUARI

A Codemig finalizou a construção da ETE Araguari em outubro de 2016. A estação atende o distrito industrial da cidade, tratando a reunião dos efluentes gerados pelas empresas instaladas no local. O investimento nas obras foi da ordem de R$ 9,1 milhões.

As atividades da ETE, que englobam gestão, operação, manutenção, conservação, limpeza, monitoramento da estação e disponibilização de água de reuso, estão sendo realizadas pela Codemig no momento, mas passarão para a SAE oportunamente, conforme termo celebrado entre as instituições.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »