27/05/2017 às 05h39min - Atualizada em 27/05/2017 às 05h39min

Prefeitura de Araguari adota transporte gratuito

A princípio, benefício será para mutuários do Minha Casa, Minha Vida

WALACE TORRES | EDITOR

O município de Araguari deu início esta semana à primeira etapa de implantação do transporte urbano gratuito de passageiros. A princípio, a iniciativa irá beneficiar cerca de mil pessoas com dois vales-transportes diários, de segunda a sexta-feira, sendo um morador por residência. Conforme projeto de lei aprovado na Câmara Municipal no início do mês, para ter direito à gratuidade o usuário precisa ser mutuário do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida e ter o cadastro em dia no Bolsa Família e no CadÚnico, do governo federal. A renda familiar também não pode ultrapassar três salários mínimos.

Hoje, a população paga uma tarifa de R$ 2,65. A Prefeitura de Araguari tem um contrato emergencial com a empresa que presta o servi- ço de transporte coletivo na cidade. A expectativa é que o benefício da gratuidade seja estendido gradativamente até chegar à totalidade da população a partir de junho de 2018. O edital para a nova concessão do serviço na cidade deve ser publicado no próximo mês.

Segundo dados da Secretaria Municipal de Administração, por mês são transportados cerca de 60 mil passageiros em Araguari. Quase a metade do custo atual é bancada pelo município, que adquire por mês 26 mil vales-transportes que são destinados aos servidores municipais. O custo no mês passado foi de R$ 57 mil. A prefeitura estima um gasto de R$ 200 mil mensais quando a gratuidade chegar a 100% da população. “Na gestão passada, eram adquiridos 76 mil vales-transportes, sendo que o restante [tirando os 26 mil dos servidores] tinha destinação incerta.(...) Agora, estamos dando mais transparência”, disse a secretária de Administração, Thereza Christina Griep, destacando que o caso está sob investigação do Ministério Público.

Segundo a secretária, o município tem reduzido gastos para conceder o benefício à toda população. “Até ontem, por exemplo, a prefeitura pagava 20 imóveis alugados, mais despesa com energia sem ter nada ocupado nesses locais”, aponta.

Esta semana, a Prefeitura de Araguari começou a fazer o cadastramento das pessoas que terão direito ao benefício. Os usuários devem apresentar na Secretaria Municipal de Planejamento os documentos pessoais, contrato do imóvel e um comprovante de residência do último mês para ter acesso a uma carteirinha que dá direito aos passes. “Espera-se que até o mês que vem, a bilhetagem eletrônica seja implementada em Araguari, quando os vales-transportes serão automaticamente substituídos pelo cartão magnético”, disse a secretária de Administração.

As primeiras carteirinhas que dão direito aos valestransportes devem ser distribuídas na próxima semana.

 

ESTACIONAMENTO

Município terá também sistema de Zona Azul

Foi assinado esta semana pela Prefeitura Municipal de Araguari e pela Explora Participações em Tecnologia e Sistema de Informação S/A, o contrato administrativo referente à concessão para implantação, operação, manutenção e gerenciamento do sistema de estacionamento público rotativo em Araguari.

A operação do estacionamento rotativo pago será efetivada também por meio de aplicativo virtual, oferecendo comodidade e acessibilidade ao usuário. O valor de permanência ainda está sendo estudado. Serão em torno de 3.000 vagas a serem operadas de segunda-feira a sábado, das 8h às 18h.

A previsão é que o serviço gere a contratação em torno de 40 a 60 colaboradores, de forma gradativa. Serão investidos aproximadamente R$ 62 milhões no período de 15 anos da concessão.

A empresa contratante deverá entregar a Zona Azul em Araguari em 90 dias. De acordo com o secretário de Trânsito, Transportes e Mobilidade Urbana, Luiz Antônio Lopes, a empresa concessionária tem grande know-how em relação ao estacionamento rotativo. “Queremos trabalhar muito para a entrega da Zona Azul, que não pode ser num prazo superior a três meses, ou seja, a entrega deverá ser no mês de agosto”.

“Pretendemos, com a implementação da Zona Azul em Araguari, resolver um antigo problema no trânsito, em resposta a um grande anseio da população e, em especial, dos comerciantes, que querem facilitar a vida de seus clientes com relação a estacionamento. Dessa maneira, os araguarinos terão economia de tempo e dinheiro ao estacionar seus veículos no centro da cidade”, disse o prefeito Marcos Coelho.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »