10/05/2022 às 08h00min - Atualizada em 10/05/2022 às 08h00min

Uberlândia foi a capital do vôlei

ALBERTO GOMIDE
A cidade de Uberlândia tornou-se a capital do voleibol nos últimos dias. Além de estar sediando o Sul-Americano de Vôlei Feminino, que encerra-se hoje, recebeu os dois jogos finais da decisão da Superliga Masculina, entre Fiat/Minas e Sada/Cruzeiro. A Arena Sabiazinho ficou superlotada nas duas partidas, principalmente anteontem, superando a capacidade de 6.100 lugares no ginásio (foto). 

Depois de três jogos (Cruzeiro 3x2 e Minas 3x2) o Sada/Cruzeiro conquistou o heptacampeonato da Superliga Masculina. A conquista da temporada 2021/2022 foi sacramentada no domingo (8) após vitória por 3 sets a 0 (25/20, 36/34 e 25/20) sôbre o Fiat/Minas, no Ginásio do Sabiazinho, em Uberlândia. No primeiro confronto, o Cruzeiro venceu por 3 a 2, em Betim; no segundo, já em Uberlândia, o Minas reagiu e provocou a terceira partida, vencendo numa final dramática por 3 a 2. No terceiro, o Cruzeiro mostrou sua força e não deu chances ao Minas: 3 a 0. 

Este foi o sétimo título do Cruzeiro na Superliga. A equipe mineira foi campeã do torneio nacional pela primeira vez em 2011/2012 e emendou uma sequência de cinco títulos consecutivos, entre 2014 e 2018. Após não chegar nas finais em 2018/2019 e em 2020/2021 (não houve competição em 2019/2020 pela pandemia), o Sada/Cruzeiro volta a conquistar a competição mais renomada do voleibol brasileiro. O Fiat/Minas, que é o maior campeão da Superliga, com nove títulos – não vence a competição desde 2006/2007, mas faturou a Copa Brasil neste ano.

TOCANTINS LIDERA 
O AMADOR DA LUF 


Após dois anos (2020 e 2021) sem poder realizar o Campeonato Amador devido a pandemia do Covid-19, a Liga Uberlandense de Futebol retomou este ano a mais importante competição de futebol amador do interior de Minas Gerais. São 45 clubes distribuídos em duas divisões, levando entretenimento aos moradores dos diversos bairros, onde estão localizados os poliesportivos da Fundação Uberlandense de Turismo, Esporte e Lazer (Futel). O campeonato amador, pelas décadas de sua tradição, leva lazer à população aos domingos pela manhã, com mais de duas dezenas de partidas espalhadas pela cidade. Além do futebol, os poliesportivos (completamente revitalizados) proporcionam outros momentos de diversão aos frequentadores, através de equipamentos instalados em cada poliesportivo. 

Na Divisão Especial, que tem 20 clubes, já foram disputadas cinco rodadas e até agora o Tocantins está absoluto, com cinco vitórias, mas no seu encalço está o América que venceu quatro e empatou uma partida. Quem ainda não venceu no campeonato foram o Flamengo, Fluminense e o Atlético Industrial. A classificação de momento está assim: Tocantins com 15 pontos, América com 13, Roda Viva com 11, Santa Luzia com 10, Voluntários e Unisport com 9, Santa Mônica e Dona Zulmira com 8, Guará e Tibery com 7, Canaã e Independente com 6, Aurora, Rio Branco e Floresta com 5, Vitória com 4, Flamengo, Fluminense e Guarani com 3, e o Atlético Industrial com apenas 1 ponto. 

A Divisão Especial do Campeonato Amador da LUF é disputada por 20 clubes em cinco fases e começou no dia 27 de março. Na primeira etapa, os clubes estão distribuídos em dois grupos, jogando chave contra chave, em turno único, para classificar os 12 melhores colocados no geral, independente de chave.

GIRASSOL FORTE NA 
DIVISÃO DE ACESSO 


A outra competição da LUF é a Divisão de Acesso que começou no dia 20 de março e também é realizada em cinco etapas. A fase inicial tem 25 clubes distribuídos em três grupos, dois de 8 e um de 9 equipes, jogando entre si nos grupos, em turno único, classificando-se 16 para a segunda fase, sendo 5 da Chave A, 5 da Chave B e 6 da Chave C. 

Como este torneio começou uma semana antes, já foram realizadas seis rodadas. No geral, independente de grupo, a melhor equipe na pontuação é o Girassol, que está na Chave A, tem cinco vitórias e um empate, somando 16 pontos. Também no geral, que ainda não venceu foram o Gaviões do Cerrado (Chave B), e o Nova Aliança (Chave C). 

A posição dos clubes nas respetivas chaves até agora é a seguinte: Chave A – Girassol com 16 pontos, Dinamarca com 12, Martins com 11, Grêmio com 10, Morumbi com 9, Arsenal e Pacaembu com 4, e o Montana com 3 pontos; Chave B – Pinheiro com 11 pontos, São Jorge e Tubalina com 10, Pioneiros e Tabajara com 8, Segismundo Pereira e Universo com 5, e o Gaviões do Cerrado com 3 pontos; Chave C – Cocal com 13 pontos, Benfica e Arco Íris com 12, Araguaia com 9, Cruz Azul com 8, Juventude com 6, Colorado e Granada com 4, e o Nova Aliança ainda não marcou ponto. 


*Este conteúdo é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.
Leia Também »
Comentários »