14/12/2021 às 08h00min - Atualizada em 14/12/2021 às 08h00min

Cardiovida vence soçaite no Praia

ALBERTO GOMIDE
Encerrou-se no último sábado (11) o Campeonato de Futebol Soçaite Adulto Masculino do Praia Clube, disputado em quadras de grama sintética, envolvendo 12 equipes, em dois grupos de seis, jogando entre si nas chaves em turno único, classificando-se duas de cada para as semifinais. Nas semifinais, o Recanto dos Mineiros goleou o Maesa Construtora/Tudo Multimarcas por 5x1, enquanto o Cardiovida venceu o Car Truk Resenha Braba por 3x2. Participaram ainda do campeonato: Haras NS, Somuleke/Yquara, Montreal, MP Design/Promocar/Happy Festa, Ajax Uberlândia, FR Imóveis de Luxo, Colégio Athenas e Payssanduba. 

Na decisão do título, o Cardiovida/Astromed/Fast Câmbio (foto), mostrando maior volume de jogo e aproveitando melhor as oportunidades, derrotou o Recanto dos Mineiros/Premium Clube de Benefícios/Ubercentral/Café Cajubá por 3 a 1, sagrando-se campeão da temporada 2021. O principal artilheiro do campeonato foi Gabriel Pires de Pádua, do Montreal, com 19 gols marcados, enquanto o time campeão teve a defesa menos vazada, com os goleiros Rogério Silva Diniz e Isaque Nilson, com 17 gols sofridos. Ao longo da competição foram disputadas 43 partidas e marcados 289 gols. 

OS CAMPEONATOS 
DA FEDERAÇÃO 


A temporada 2021 da Federação Mineira de Futebol chegou ao final em todos os campeonatos de base. A cidade de Uberlândia participou apenas com duas equipes, na categoria Sub-17 – Segunda Divisão, com o XV de Novembro e o Essube, que foram eliminados na fase inicial. 

No Sub-20, com participação de 20 equipes em quatro chaves na fase inicial, vindo na sequência às quartas de final, semifinal e final, América e Cruzeiro chegaram à etapa decisiva. Na decisão, o time americano sagrou-se campeão, com empate de 1x1 no primeiro jogo e vitória de 3x1 no segundo. 

No Sub-17, a Primeira Divisão já foi encerrada, com a participação de dez equipes. A final foi entre Atlético e Cruzeiro, com o Atlético sagrando-se campeão. Após vitória de 2x1 do Atlético no primeiro jogo e vitória também de 2x1 do Cruzeiro no segundo, o Atlético sagrou-se campeão na cobrança de penalidades, fazendo um placar de 6 a 5. Ainda no Sub-17, a Segunda Divisão, com 13 clubes, realizou o hexagonal final, com o Internacional de Minas da cidade de Itaúna sagrando-se campeão, somando 15 pontos, vencendo todos os jogos no hexagonal. O Varginha foi o vice-campeão com 10 pontos. 

No Sub-15, na Primeira Divisão, com 15 equipes, a final foi entre Atlético e Cruzeiro, com o Galo conquistando o título, fazendo duas vitórias de 2 a 1 sobre a Raposa. Na Segunda Divisão, também do Sub-15, com 8 times, o Villa Nova foi o campeão, somando 33 pontos, e o vice-campeão foi o Santarritense com 29 pontos, com as equipes jogando entre si em turno e returno, direto. 

No Sub-14, com apenas uma divisão, participaram seis equipes, com Atlético e Cruzeiro chegando à final. Nos confrontos decisivos, o Atlético ganhou o primeiro jogo por 2x1 e o Cruzeiro venceu o segundo por 1x0. Na cobrança de penalidades o Atlético levou a melhor, vencendo por 4 a 2, ficando com o título na categoria. 

UBERABA RETORNA 
PARA O MÓDULO-II 


A fase semifinal do Campeonato Mineiro da Terceira Divisão (Módulo-III) foi encerrada no último domingo com os jogos da volta, definindo os dois finalistas, que já garantiram acesso à Segunda Divisão do Campeonato Mineiro (Módulo-II) em 2022. O Uberaba Sport, único representante da região, estará de volta ao Módulo-II no próximo ano, ao eliminar o Manchester com empate de 0x0 e vitória de 3x0. Na outra série o Varginha venceu o América de Teófilo Otoni por 1 a 0 nas duas partidas e vai fazer a decisão do título contra o Varginha, mas os dois já estão classificados para o Módulo-II no próximo ano. O Manchester Futebol é um clube com sede na cidade de Juiz de Fora. O Manchester Futebol substituiu o Esporte Clube Itaúna, que inicialmente disputaria o campeonato. No entanto, o Manchester mandou seus jogos na cidade de Ubá, no Estádio Afonso de Carvalho, a 120 quilômetros de Juiz de Fora, devido às reformas no gramado do Estádio Municipal Radialista Mário Heleno, em Juiz de Fora. 

*Este conteúdo é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.
 
Leia Também »
Comentários »