06/04/2021 às 08h43min - Atualizada em 06/04/2021 às 08h43min

Paralímpicos do Praia disputam seletiva em SP

ALBERTO GOMIDE
Divulgação
Em junho, nove atletas e toda comissão técnica da equipe paralímpica de natação do Praia Clube estarão no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro (CTPB), em São Paulo (SP), para a Seletiva que vai carimbar os passaportes daqueles que representarão o Brasil nos Jogos Paralímpicos Tóquio 2020, que ocorrem de 24 de agosto a 5 de setembro deste ano de 2021, devido aos adiamentos em razão da Pandemia.

O técnico uberlandense Alexandre Vieira (foto) comentou a respeito. “O grupo está muito ansioso em voltar a competir, reunir com os demais atletas. Nossos meninos estão muito preparados, tiveram uma dedicação ímpar neste período de Pandemia. Diante de todas as adversidades, souberam lidar com o momento e usufruíram da estrutura que o clube coloca à disposição. As expectativas são as melhores possíveis. Foco total!”, afirmou.

O treinador valorizou, também, a ida dos auxiliares à capital paulista. “Oportunidade única tanto para a Ariadenes quanto para o Lucas. Poderão vivenciar o dia a dia da Seleção Brasileira Paralímpica. A experiência que eles vão adquirir será muito relevante para o currículo de cada um. Além disso, potencializará o crescimento de ambos profissionalmente. Sem dúvida alguma, uma bagagem e tanto”, finalizou.

A equipe de natação paralímpica do Praia Clube vem se destacando ano a ano nas competições mais importantes do Brasil e até fora dele. Mesmo com as dificuldades vindas com o Covid-19, os trabalhos tiveram prosseguimento, dentro do possível e das restrições exigidas pela situação de momento. Agora a meta é conquistar vagas para as Paralimpíadas de Tóquio, durante a seletiva em São Paulo.
 
SITUAÇÃO DO UEC SEGUE DELICADA
 
O Uberlândia Esporte Clube continua em situação delicada no Campeonato Mineiro. Com a difícil vitória de 1 a 0 sobre o Patrocinense, o time uberlandense saiu da zona de rebaixamento. A maior preocupação é com o desempenho do time, principalmente de alguns jogadores, que não estão produzindo o esperado. Muitos passes errados, constantes finalizações bisonhas, perdendo gols até em cobrança de penalidades, enfim, jogadores que precisam melhorar muito, são tecnicamente fracos.

O Uberlândia só depende dele, mas com o aproveitamento que vem mostrando, principalmente como o de anteontem, diante do Patrocinense, a situação pode se complicar. A tabela ajuda o UEC nesta reta final da primeira fase, mas de nada adianta se o desempenho do time não corresponde dentro de campo.

Faltam quatro rodadas, e, teoricamente, o compromisso mais difícil é contra a Caldense, nesta quarta-feira (7), em Poços de Caldas. Depois recebe o Athletic e o Tombense, no Parque do Sabiá, e sai para enfrentar o Coimbra na última rodada.

Coimbra e Boa estão na zona de rebaixamento. O Coimbra joga contra o Cruzeiro, Caldense, América e o próprio UEC, enquanto o Boa enfrenta o Tombense, URT, Atlético e Caldense. Também neste item a tabela ajuda o Uberlândia, porque os concorrentes têm adversários considerados mais fortes.

O Verdão ganhou, anteontem, com gol de pênalti, pecou em vários passes e finalizações e desperdiçou uma penalidade. É bom lembrar que o saldo de gols pode até definir o rebaixamento, portanto, a situação exige melhor aproveitamento.

Na rodada desta quarta-feira (7), o Coimbra recebe o Cruzeiro e o Boa recebe o Tombense. O Patrocinense, que está um ponto à frente do UEC, joga na capital contra o América. O Uberlândia tem um adversário muito difícil amanhã, a Caldense, em Poços, e, um empate do Verdão já seria um excelente resultado. A Caldense está muito bem, inclusive é a única equipe que conseguiu ganhar do Atlético até agora. Aliás, a Caldense conseguiu um grande feito este ano derrotando as três equipes da capital – 1x0 no Cruzeiro, 1x0 no América e 2x1 no Atlético. Busca vaga para as semifinais.

A classificação está assim: Atlético com 18 pontos, América com 15, Pouso Alegre, Cruzeiro e Caldense com 11, Tombense com 10, Athletic e URT com 9, Patrocinense com 8, Uberlândia com 7, Coimbra com 5 e Boa com 4 pontos.
 


Este conteúdo é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.
Relacionadas »
Comentários »